Início / Agricultura / Produtores de Bioenergia alertam: “credibilidade de mercado de biometano depende da eficácia do sistema de garantias de origem”

Produtores de Bioenergia alertam: “credibilidade de mercado de biometano depende da eficácia do sistema de garantias de origem”

A AAPB — Associação Portuguesa de Produtores de Bioenergia considera que a “credibilidade da criação de um mercado nacional para a produção de biometano dependerá da eficácia do sistema de garantias de origem”.

O alerta da AAPB – que considera indispensável que o Estado comprometa uma data para a entrada em vigor do referido sistema, permitindo assim a segurança para os investidores — surge na sequência da apresentação, pelo Governo, do Plano de Acção para o Biometano 2024-2040 (PAB) e que pretende substituir cerca de 10% do consumo de gás natural por biometano, um valor que pode chegar aos 18,6% em 2040.

De acordo com Paulo Carmona, presidente da Associação Portuguesa de Produtores de Bioenergia, “a APPB irá enviar os seus contributos no âmbito da consulta pública do Plano de Acção para o Biometano que agora se iniciou”. Segundo o mesmo responsável, “este Plano de Acção é fundamental na medida em que induz acções convergentes para a criação do mercado do biometano por parte dos diferentes actores desta cadeia de valor”.

“É necessária uma concertação e um entendimento céleres entre as áreas da agricultura, do ambiente e da energia, que permita o máximo de aproveitamento da matéria orgânica apta para o fabrico de biometano”, acrescenta o presidente da APPB em nota de imprensa.

Entre os contributos da APPB para o PAB constará também uma chamada de atenção para a necessidade de apoiar a construção de novas unidades de digestão anaeróbica, ou seja, de fabrico de biogás, para assegurar o aumento da produção e o aproveitamento do potencial a nível nacional.

Com a missão de representar os interesses comuns dos produtores portugueses de alternativas ecológicas aos combustíveis fósseis, a APPB tem vindo a “assumir um papel de destaque na defesa da sustentabilidade e da redução da dependência das importações de energia”, realça a mesma nota.

Actualmente, integram a APPB as empresas Biovegetal – Combustíveis Biológicos e Vegetais; Enerfuel; Fábrica Torrejana; Prio Biocombustíveis; e Sovena Oilseeds Portugal.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Montemor-o-Velho recebe Dia Aberto Biocomp_3.0 sobre controlo e valorização do jacinto-de-água

Partilhar              O projecto Biocomp 3.0 promove um dia aberto, dedicado aos agricultores na Estação de Bombagem …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.