Início / Agricultura / Saiba quando e como podar roseiras de forma correcta e eficaz

Saiba quando e como podar roseiras de forma correcta e eficaz

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Artigo de opinião de Rosa Moreira, Eng.ª Agrónoma, promotora do site A Cientista Agrícola

Podar roseiras é considerado cada vez mais um operação cultural cada vez mais importante de forma a garantir a sanidade desta planta com flor. Se quer saber quando e como podar roseiras e pretende conhecer algumas das melhores dicas a este respeito, continue a ler este artigo.

Quando podar roseiras

Deve-se estar a questionar qual será a melhor época para podar roseiras. Uma das melhores alturas do ano para fazer esta operação é no final do Inverno, quando as temperaturas já não são tão baixas e as geadas praticamente não se verificam.

Podar roseiras significa auxiliar o processo de manutenção da juventude destas plantas e conferir-lhe uma forma mais harmoniosa e maior vitalidade no seu desenvolvimento.

Se é a primeira vez que vai podar roseiras pode parecer-lhe uma tarefa demasiado complicado mas com um pouco de paciência e sentido prática irá certamente desempenhar esta tarefa da melhor forma possível.

Porque devemos podar roseiras?

Existem basicamente três razões essenciais para efectuarmos a poda das nossas roseiras:

  1. Conferir às roseiras uma forma mais harmoniosa e equilibrada;
  2. Promover o crescimento de novos ramos;
  3. Impedir o desenvolvimento excessivo de rebentos de forma a evitar o desgaste da roseira e a diminuição da sua produção;

Existem várias formas de podar as roseiras, da forma mais simples à mais complexa. Um poda mais simples consiste apenas em cortar os ramos secos, desembaraçando a planta de elementos sem utilidade. Esta operação além de favorecer o arejamento da planta, promove a penetração do ar e da luz até ao centro das roseiras.

como podar roseiras

O encurtamento dos ramos das roseiras

Quando pensar em cortar os ramos das roseiras, saiba que o corte deve ser efectuado acima do gomo de forma a induzir o aparecimento de um novo rebento que surgirá com vigor acentuado e para que os seus ramos possam ir alargando.

Deve estar a questionar-se como identificar um gomo numa roseira.

É FÁCIL: o gomo é uma espécie de rugosidade que torna-se bastante visível no mês de Março e por isso não terá dificuldade.

Quando podar?

As roseiras devem ser podadas quando se encontram no período de dormência, com execpção das roseiras que apenas florescem uma única vez no Verão.

Por essa razão, a melhor altura para podar roseiras situação entre Janeiro a Fevereiro, tendo em conta a possibilidade de ocorrência de geadas.

Escolher a altura certa para podar roseiras pode não ser assim tão linear uma vez que cada vez mais verifica-se uma variação das estações do ano de ano para ano.

Caso opte por podar cedo, as suas roseiras entrarão em floração mais cedo e a probabilidade de uma possível geada queimar os ramos mais jovens é maior.

Pelo contrário, se podar tarde de mais a subida da seiva pode ficar prejudicada e provocar danos graves na planta.

Se tiver bastantes roseiras no seu jardim, pode ir escalonando a poda de roseiras ao longo de várias semanas. Neste caso, opte pela poda das roseiras trepadeiras e roseiras mais antigas, caso as possua. Deixe para último lugar a poda das roseiras plantadas mais recentemente.

como podar roseiras

Como podar rosas

Para esta operação, utilize uma tesoura de poda de boa qualidade, que corte bem e seja fácil de manusear.

Segure a tesoura da poda de forma a que apoiar a lâmina cortante a efectuar um bom corte. O corte deve ser realizado na diagonal de maneira a que a chuva que possa ocorrer, escorra pela “ferida” de forma a minimizar as hipóteses do ramo apodrecer.

Identifique os ramos da roseira que já deram flor e corte-os muito abaixo do ramalhete de forma a promover o desenvolvimento de novos rebentos.

como podar roseiras

Tipos de crescimentos dos ramos das roseiras

  • Ramos muito numerosos que crescem desde o pé da roseira

Este tipo de crescimento acontece nas roseiras trepadeiras com flores cor-de-rosa “Dorothy Perkins”. Nestes casos, os rebentos não devem ser eliminados mas devem cortar-se todos os ramos velhos junto do ramo principal.

  • Ramos pouco numerosos

Este tipo de ramos encontram-se principalmente nas variedades de rosas “François Juranville” que são caracterizadas por lindas flores cor-de-rosa e perfumadas. Neste tipo de situações, deve cortar apenas os ramos laterais, deixando dois gomos na parte do ramo que ficar agarrado à planta.

As roseiras trepadeiras

Para podar roseiras trepadeiras com flores grandes, corte os ramos jovens a dois terços a partir do pé da planta, de forma a induzir a ramificação. Deve também eliminar os rebentos que apareçam ao longo dos ramos adultos, deixando sempre dois gomos.

Se possui roseiras trepadeiras no seu jardim saiba que não deve podar estas plantas de forma sistemática dado que, uma vez que são suprimidos os rebentos frágeis que se direccionam para o centro, a sua planta ficará com cinco a seis hastes principais.

Tenha em mente que o número de hastes que partem do pé assim como o diâmetro de cada uma e a sua ramificação, são fundamentais para manter as suas roseiras bonitas e produtivas.

Resumindo:

  • roseiras de haste: cortar acima do terceiro ou quarto olho exterior;
  • Roseiras miniatura: cortar curto, acima do segundo olho exterior;
  • Roseiras trepadeiras: corte os ramos velhos;

Espero que este artigo lhe tenha sido útil!

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Governo dos Açores reabre candidaturas ao POSEI e PRORURAL+ por via electrónica

Partilhar            A Secretaria Regional da Agricultura e Florestas, através da Direcção Regional do Desenvolvimento Rural dos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.