Início / Agricultura / Bolieiro: Açores devem-se afirmar pela “qualidade nos sectores agrícola e marítimo”

Bolieiro: Açores devem-se afirmar pela “qualidade nos sectores agrícola e marítimo”

O presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, presidiu hoje, 15 de Novembro, à inauguração das novas instalações da Centros de Fabrico dos Açores, do Grupo Bensaúde, defendendo que a Região, nos sectores referentes ao pescado e à lavoura, se deve afirmar no contexto nacional e internacional pela qualidade.

“Valorizo muito a ideia dos Centros de Fabrico dos Açores em enquadrar a valorização de produtores e consumidores”, declarou o governante, falando em Ponta Delgada.

Com a “expectativa de quem confia no futuro”, José Manuel Bolieiro valorizou o trabalho desenvolvido pelo Grupo Bensaúde enquanto elemento de uma “cadeia de valor” que vai da produção até à distribuição, elogiando também os produtores açorianos de várias áreas, refere uma nota de imprensa do Executivo açoriano.

“Sei da qualidade, da genuinidade com que os nossos produtores se têm afirmado na economia dos Açores e num contexto de economia aberta. É preciso que nos afirmemos pela qualidade”, vincou, adiantando que “acredito que a nossa economia e o desenvolvimento dos Açores passa pela nossa contínua aposta na capacidade produtiva de bens transaccionáveis de alimento humano, tanto no agroalimentar, como no marítimo-alimentar”.

Com empreendedorismo e iniciativas como a hoje inaugurada, são desenvolvidos territórios e fixadas populações, defendeu ainda José Manuel Bolieiro.

“Acredito fortemente neste valor da nossa economia e da nossa capacidade produtiva, de embalamento e distribuição. Também acredito na sofisticação, na verificação da segurança alimentar e na qualidade biológica”, concretizou o presidente do Governo.

A Centros de Fabrico dos Açores, criada em 2021, integra a indústria de processamento de carnes, panificação, pastelaria e pescado presente nos Açores.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

ASAE apreende 9 toneladas de carne imprópria para consumo em entreposto ilegal no distrito de Évora

Partilhar              A ASAE – Autoridade de Segurança Alimentar e Económica procedeu ao desmantelamento e suspensão total …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.