Início / Featured / Marinha Portuguesa coordena resgate de 7 pessoas a bordo de veleiro na Ilha do Pico
© Marinha

Marinha Portuguesa coordena resgate de 7 pessoas a bordo de veleiro na Ilha do Pico

A Marinha, através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada), em articulação com a Capitania do Porto da Horta, coordenou, desde as 08h23 (horas locais) do dia 14 de Abril até hoje, o resgate da embarcação de recreio “Namuun” de bandeira Ilhas Marshall com sete pessoas a bordo, a navegar a 30 milhas náuticas, o equivalente a 55 quilómetros, ao largo da Ilha do Pico.

O MRCC-Delgada recebeu a informação através da empresa Iates Atlântico com a informação que estava com problemas de propulsão e sem sistemas de navegação, resultado de incêndio a bordo, seguida de uma entrada de água a bordo, refere uma nota de imprensa da Marinha Portuguesa.

E adianta que de seguida, “o Veleiro tentou navegar à vela em direcção à costa Sul da Ilha do Pico para se abrigar das condições adversas, tendo sido empenhada, de imediato, uma embarcação da Estação Salva-vidas da Horta para resgatar os tripulantes em caso de necessidade”.

A entrada da água foi controlada pela tripulação do veleiro e a embarcação da estação Salva-vidas da Horta manteve-se nas imediações, de forma a garantir a segurança da tripulação, e aguardou pelo rebocador da Portos dos Açores “Ilha de São Luís”, que realizou o reboque do veleiro para a Horta, acrescenta a mesma nota.

O veleiro “Namuun” atracou esta madrugada, por volta das 03h47, e os setes tripulantes a bordo foram resgatados em segurança e sem necessidade de cuidados médicos.

Nesta operação estiveram envolvidos o MRCC Delgada, a Capitania do Porto da Horta, a Estação Salva-vidas da Horta, a Portos dos Açores e o Comando-local da Polícia Marítima da Horta.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Já são conhecidos os vencedores do Prémio Nacional de Enoturismo 2024

Partilhar              A gala da terceira edição do Prémio Nacional de Enoturismo Apeno/Ageas Seguros 2024, considerado o …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.