Início / Economia / Exportações diminuíram 0,7% e importações caem 3,6% em Maio

Exportações diminuíram 0,7% e importações caem 3,6% em Maio

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As exportações de bens diminuíram 0,7% em Maio de 2016 e as importações de bens decresceram 3,6% face a Maio de 2015 (-2,7% e -7,0% em Abril de 2016, respectivamente), divulga o Instituto Nacional de Estatística (INE). Excluindo os combustíveis e lubrificantes, as exportações aumentaram 2,2% e as importações 6,8% (respectivamente +1,1% e -0,2% em Abril de 2016).

O défice da balança comercial de bens diminuiu 164 milhões de euros em maio de 2016 face ao mesmo mês de 2015 e o défice da balança comercial excluindo os combustíveis e lubrificantes aumentou 213 milhões de euros. No trimestre terminado em Maio de 2016, as exportações de bens decresceram 2,3% e as importações de bens diminuíram 3,6% face ao período homólogo.

Além da informação habitual, o INE inclui neste seu Destaque informação específica sobre as transacções comerciais de bens de Portugal com o Reino Unido, assim como sobre a importância deste país nas transacções comerciais com outros Estados-membros da UE. Salienta-se que o Reino Unido foi em 2015 o 4º maior mercado de destino das exportações portuguesas (6,7% do total), tendo-se registado nesse ano um saldo da balança comercial de bens a favor de Portugal na ordem de 1,5 mil milhões de euros.

Em Maio de 2016, tanto nas exportações como nas importações destaca-se claramente a redução dos combustíveis e lubrificantes (-32,9% e -52,9% respectivamente) face a Maio de 2015. Em sentido contrário, evidencia-se o aumento das exportações de máquinas e outros bens de capital (+9,8%) e das importações de material de transporte e acessórios (+12,3%) e de bens de consumo (+12,8%).

Entre os principais países de destino em 2015, em Maio de 2016 as maiores reduções homólogas verificaram-se nas exportações para parceiros Extra-UE, nomeadamente para Angola (-42,5%). As exportações para os Países Baixos também registaram uma redução de 19,8%.

Em relação às importações, registaram-se grandes reduções face ao mesmo mês de 2015 em dois dos principais mercados fornecedores Extra-UE, Angola e Estados Unidos (-99,7% e -39,7%, respectivamente).

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Cuidado com a queima de sobrantes florestais. GNR identifica homem de 78 anos por incêndio em Vila Real

Partilhar              O Comando Territorial de Vila Real da Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Núcleo de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.