Início / Agricultura / Eucalipto de Contige representa Portugal no Concurso Árvore Europeia de 2023

Eucalipto de Contige representa Portugal no Concurso Árvore Europeia de 2023

O Eucalipto de Contige, com 140 anos , é o vencedor da 6ª edição nacional da Árvore do Ano, iniciativa nacional liderada pela UNAC – União da Floresta Mediterrânica, e irá representar Portugal no concurso internacional deste ano.

Depois das edições anteriores “premiarem exemplares notáveis de espécies autóctones ou ornamentais, este ano o público elegeu o Eucalipto de Contige, localizado na freguesia e concelho de Satão, com 3.046 votos, numa das votações mais renhidas de sempre entre os 3 primeiros lugares”, revela a UNAC em comunicado.

Considerada pela Universidade de Aveiro “a maior árvore classificada de Portugal”, a sua plantação remonta a 1878, quando se abriu a Estrada das Donárias. Este exemplar com aproximadamente 140 anos manteve-se apesar de todas as intervenções urbanísticas e rodoviárias na sua envolvente.

Classificado como de interesse público desde 1964

Este eucalipto está classificado como de interesse público desde Agosto de 1964, onde pelas suas dimensões já era uma árvore notável. Julga-se que a sua plantação por volta de 1870 esteve ligada à celebração do nascimento de uma das filhas do proprietário – Dr. Luís Xavier, acrescenta o mesmo comunicado.

“Numa espécie que nem sempre é bem-amada por alguns sectores da sociedade, da qual ouvimos falar, na maioria das vezes, numa perspectiva depreciadora, será que existe uma nova geração na opinião pública para a qual o eucalipto é encarado em pé de igualdade com as restantes árvores, sendo a sua beleza e porte alvo de atenção, justificando que há espaço para todos”, realça a UNAC.

Ao pódio sobem também, em segundo lugar, a Azinheira de Alportel (São Brás de Alportel, Faro) com 2.879 votos e, em terceiro, o Castanheiro Gigante de Guilhafonso (Pêra do Moço, Guarda) com 2.863 votos.

O público decidiu entre 10 árvores candidatas, num total de votos registados de 20.073. Os resultados finais da votação foram:

1. Eucalipto de Contige | Satão, Viseu

Espécie: Eucalipto/Eucalyptus Globulus Labill
Idade: 144
Localidade: Contige – Sátão, Viseu

Nomeado por Freguesia de Sátão

Considerada “a maior árvore classificada de Portugal”, pela Universidade de Aveiro, localizada à beira da antiga EN 229, a sua plantação remonta a 1878, quando se abriu a Estrada das Donárias. Há alusões de propriedade a famílias do concelho, Garcia de Mascarenhas, de Rio de Moinhos e Xavier do Amaral Carvalho, famílias que no séc. XIX se uniram em casamento e eram vizinhas. A monumentalidade da árvore obrigou à sua manutenção, fazendo com que o perfil da estrada lhe faça a devida “vénia”.

2. Azinheira de Alportel| São Brás de Alportel, Faro
3. Castanheiro Gigante de Guilhafonso | Pêra de Moço, Guarda
4. Oliveira Real| Pedras d’El Rei, Tavira
5. Plátano do Palácio da Anadia | Mangualde, Viseu
6. Oliveira dos Faraós | Mouriscas, Abrantes
7. Metrosídero ou Árvore-do-Fogo |Mafra
8. Oliveira Milenar | Lagoa
9. Oliveira de Casais de São Brás | Santarém
10. Carvalho de Calvos | Póvoa de Lanhoso

O Eucalipto de Contige irá representar Portugal no concurso europeu Tree of the Year, cujas votações decorrerão on-line durante o mês de Fevereiro de 2023.

As histórias das dez árvores nacionais que estiveram a concurso encontram-se disponíveis aqui, bem como os resultados do concurso nacional.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

António Ventura: “consumo de alimentos seguros e saudáveis é prioridade do Governo dos Açores”

Partilhar              O secretário Regional da Agricultura e Alimentação, António Ventura, frisou hoje, 18 de Julho, na …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.