Início / Agricultura / Agricultores do Baixo Alentejo: Extinção das DRAP “não trará qualquer vantagem para o sector agrícola”

Agricultores do Baixo Alentejo: Extinção das DRAP “não trará qualquer vantagem para o sector agrícola”

A FAABA – Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo manifesta-se contra extinção das Direcções Regionais de Agricultura (DRAP). Diz que o “Governo desvaloriza a agricultura e extingue organismos regionais”, o que “não trará qualquer vantagem para o sector agrícola” e que é uma medida “reveladora da falta de peso político da actual ministra da Agricultura”, Maria do Céu Antunes.

“Aliás, o Ministério da Agricultura nem sequer integra o Conselho de Concertação Territorial, o que já não nos surpreende, se tivermos em conta o esvaziamento de funções e a indiferença a que repetidamente temos assistido por parte da sua tutela”, realça um comunicado da Federação.

E acrescenta que “é uma decisão tomada sem o conhecimento ou discussão com os agricultores e suas organizações, que, ao contrário do que é propagandeado pelo Governo no âmbito da descentralização, trará ainda mais falta de apoio e menor proximidade para com os agentes do território”.

“Decidiu recentemente o Conselho de Ministros aprovar a extinção das Direcções Regionais de Agricultura, dando seguimento à proposta do Conselho de Concertação Territorial. Na sequência das posições já tomadas pela Confederação dos Agricultores de Portugal e outras associações do sector, também a FAABA – Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo vem manifestar-se contra a extinção das Direcções Regionais de Agricultura e a sua integração nas CCDR’s [Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional]“, diz o mesmo comunicado.

Para a direcção da Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo , “trata-se de uma decisão já assumida pelo Governo que não trará qualquer vantagem para o sector agrícola. É também reveladora da falta de peso político da actual Ministra da Agricultura e do desinteresse do Governo por um sector tão importante para a nossa região e para o País, enquanto garante de soberania alimentar e ocupação do espaço rural”.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

CAP promove debate sobre Planos de Gestão de Região Hidrográfica 2022-2027

Partilhar              A CAP — Confederação dos Agricultores de Portugal promove no auditório da sua sede, em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.