Início / Agenda / Mercado Agrícola Tradicional do Marco reúne pequenos produtores

Mercado Agrícola Tradicional do Marco reúne pequenos produtores

A Aproval – Associação dos Produtores Agrícolas do Vale do Sousa e Tâmega, com o apoio da Câmara Municipal de Marco de Canaveses e da Junta de Freguesia de Marco, com o patrocínio da Proposta Natural e Nanta, vai realizar o Mercado Agrícola Tradicional do Marco (mat2017 – Páscoa). O evento decorre nos dias 13 a 15 de Abril de 2017 (dias 13 e 14 das 10 às 18 horas, dia 15 das 10 às 13 horas), na Praça Crispiniano da Fonseca (junto à Mercearia da Cidade e Café Conforto), cidade do Marco de Canaveses,

O mat2017 obedece a um conjunto de regras fixadas no Regulamento do Mercado de Agricultura Tradicional do Marco e, tendo em vista incentivar a participação neste evento, dos pequenos produtores da sub-região Tâmega e Sousa, haverá isenção do pagamento de taxas pela utilização do espaço.

Centenas de visitantes

Este mercado tradicional agrícola tem por missão promover aquilo que de melhor se produz na sub-região Tâmega e Sousa, proporcionando à população em geral o acesso a esses produtos enquanto, simultaneamente, se dinamiza a zona histórica e cívica da cidade. A Aproval estima que durante o período de realização do mercado sejam atraídos para aquela zona da cidade várias centenas de visitantes.

A Aproval é uma Associação de Produtores Agrícolas e está inserida na Região do Vale de Sousa e Tâmega (NUT III), zona de influência Atlântica, Região Demarcada dos Vinhos Verdes, e na zona tradicionalmente conhecida como Entre-Douro-e-Minho, englobando os concelhos de Amarante, Baião, Castelo de Paiva, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Celorico de Basto, Paços de Ferreira, Penafiel e Resende, estrategicamente enquadrados no âmbito da abrangência da Comunidade Intermunicipal doTâmega e Sousa.

Num enquadramento agro natural e rural, a Aproval, visando representar uma plataforma de ligação entre as necessidades reais das pessoas – o esperado bem-estar social – e as diversas instituições, representa a vontade de dinamização e modernização dos sectores produtivos da região neste último Quadro Comunitário de Apoio (PDR 2020), numa relação estreita com o desenvolvimento regional e local, facilitando a entrada no mundo empresarial dos jovens agricultores e potenciar a modernização dos sectores produtivos de todos os associados: Produtores e Organizações de Produtores (OP).

As principais actividades agrárias dos seus associados são: hortofloricultura; plantas aromáticas, medicinais e condimentares; fruticultura; pequenos frutos; milho regional; vinha; olival; cogumelos; e apicultura.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Federação Agrícola dos Açores: Reitor da Universidade de Coimbra é “contra a produção nacional”

O Reitor da Universidade de Coimbra vai proibir a carne de vaca na ementa das …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.