Início / Empresas / Associativismo / Bruno Bobone: Câmaras de Comércio devem assumir papel aglutinador da comunidade empresarial

Bruno Bobone: Câmaras de Comércio devem assumir papel aglutinador da comunidade empresarial

O presidente da CCIP — Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa, Bruno Bobone, participou no Fórum Económico Angola-Portugal, no dia 17 de Setembro. Durante a sua intervenção, Bruno Bobone referiu que Portugal pode assumir um papel relevante no desenvolvimento económico dos dois países e que os empresários portugueses, médios, pequenos e grandes, desempenham, e vão continuar desempenhar, um papel fundamental como impulsionadores de crescimento.

Afirmou ainda que as Câmaras de Comércio devem assumir um papel central neste processo como factor aglutinador da comunidade empresarial.

“As Câmara de Comércio são, em primeiro lugar, o local onde se encontram os diversos empresários para discutir, partilhar e conhecer a realidade económica do país, quais as dificuldades a ultrapassar e quais as medidas necessárias para o futuro de sucesso que se pretenda. A partir daqui, passamos a ter uma estratégia comum das empresas e a Câmara de Comércio fica pronta a assumir-se como uma organização da sociedade civil com um peso específico que lhe permite pressionar as instituições e a sociedade a criarem as condições correctas para a boa prática económica”, disse Bruno Bobone.

“Criar uma voz suficientemente forte”

Aquele responsável acrescentou que “sem a participação das Câmaras de Comércio é praticamente impossível conseguir criar uma voz suficientemente forte para fazer valer a opinião de cada empresário e tal é até desejável pois não se pretende que um empresário, só por si, possa ter o poder de influenciar as instituições”.

Para Bruno Bobone, a Câmara de Comércio “deve assumir esse papel aglutinador da comunidade empresarial e, para isso, tem que assumir um papel de serviço dessa comunidade. A Câmara de Comércio não existe para liderar os empresários. Existe, isso sim, para os servir, para os ouvir e para transmitir a sua voz à sociedade e às instituições, para que estas actuem na sua defesa e na promoção do desenvolvimento da economia”.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

5 filmes sobre o mundo agrícola para assistir nas férias de Natal

Artigo de opinião de Rosa Moreira, Eng.ª Agrónoma, promotora do site A Cientista Agrícola Como …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.