Início / Agricultura / António Costa assina contrato CoLAB Vines & Wines

António Costa assina contrato CoLAB Vines & Wines

O primeiro-ministro, António Costa, esteve presente, na passada sexta-feira, na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, para a assinatura do contrato do Laboratório Colaborativo CoLAB Vines & Wines, liderado pela ADVID – Associação Desenvolvimento da Viticultura Duriense.

A iniciativa insere-se no Programa Interface, que o primeiro-ministro, António Costa, considerou “a chave” para o sucesso da revolução digital.

Laboratório Colaborativo

Na continuidade das responsabilidades com o sector vitivinícola português, no que respeita ao desenvolvimento do conhecimento, a ADVID viu reconhecida a sua candidatura a Laboratório Colaborativo CoLAB Vines & Wines: consórcio entre empresas e unidades de investigação que pretende explorar novas dimensões do conhecimento para criar e vender novos produtos e serviços, com alto valor acrescentado, criando emprego altamente qualificado.

Este laboratório colaborativo (CoLAB) especifico para a vinha e o vinho, que tem como parceiros, a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), a Universidade do Porto (UP), o Instituto Superior de Agronomia (ISA) da Universidade de Lisboa, Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC) e a Escola Superior de Biotecnologia (ESB) da Universidade Católica Portuguesa, permitirá manter o foco numa acção coordenada de toda a fileira vitivinícola nacional para as reais prioridades do sector e, optimizando as sinergias entre todos os actores, será orientado para estimular a criação de emprego qualificado, gerador de conhecimento e valor económico em Portugal.

Sustentabilidade da viticultura

A sustentabilidade da viticultura em Portugal “enfrenta desafios importantes, desde a adaptação aos efeitos das alterações climáticas, às preocupações com a redução do uso de pesticidas e herbicidas na cultura da vinha, à luta contra pragas estabelecidas e emergentes, ao uso racional da água e à economia circular, entre outros”, refere fonte da ADVID.

E adianta que a comunidade científica “pode e deve dar uma contribuição relevante transferindo, de forma eficaz, novos conhecimentos, tecnologias e aplicações junto dos actores do sector. Assim, as prioridades sobre as quais o CoLAB Vines&Wines vai focar o seu trabalho são resumidas, sucintamente, em 2 grandes eixos: Portuguese, Of Course! (Português, claro!) e Stronger Than Ever. (Mais forte do que nunca).

Português, claro!

No primeiro eixo, Português, claro!, a ADVID pretende definir e produzir os vinhos portugueses que os consumidores vão querer comprar, através de uma abordagem integrada e multidisciplinar que associa o conhecimento da procura (percepção do consumidor e disposição para comprar, modelagem económica de mercados potenciais, canais de distribuição, cenários de venda e consumo) com a ciência e a tecnologia na produção (qualidade e aptidão da uva, itinerários tecnológicos, inovação nos estilos e categorias do vinho e outros produtos, cadeias de valor circulares, entre outros).

Mais forte do que nunca

Com o eixo Mais forte do que nunca, o objectivo é conceber e criar as condições para um sistema vitivinícola resiliente, através de uma abordagem multidisciplinar, baseada em estruturas que, de forma dinâmica e em sintonia com a evolução e necessidades do sector empresarial, integrem competências e capacidades na interpretação do conhecimento existente sobre alterações climáticas, tendências de mercado e do consumidor, mudanças demográficas, evolução e dinâmica dos sistemas económicos, genética e patologia das plantas, entre outros, para mitigar o custo das ameaças percebidas e potenciar o valor das oportunidades antecipadas.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Montalegre: plano municipal de combate à vespa velutina já fez 13 mil capturas

A Câmara Municipal de Montalegre elaborou um Plano Municipal de Combate à Vespa Velutina, também …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.