Início / Agricultura / UE inclui Requeijão da Madeira no registo das Indicações Geográficas Protegidas

UE inclui Requeijão da Madeira no registo das Indicações Geográficas Protegidas

A Comissão Europeia aprovou a inclusão do produto lácteo português ‘ Requeijão da Madeira ‘ no registo das Indicações Geográficas Protegidas (IGP).

O Requeijão da Madeira obtém-se através da precipitação, pelo calor, do leite de vaca inteiro ou desnatado proveniente da Ilha da Madeira, previamente coagulado por acidificação natural através da acção das bactérias lácticas autóctones que se desenvolvem no leite cru. Apenas sal, mas nenhum tipo de coalho, fermento ou acidificante é adicionado. Além disso, não é submetido a qualquer processo de cura, de acordo com o método tradicional de produção madeirense.

O Requeijão da Madeira, apresenta-se como um produto fresco cuja massa, não prensada, é moldada em toalhas de algodão que são comprimidas para formar os localmente denominados: “pão” ou “bola” de requeijão, que podem apresentar peso variável (inferior a 10 kg) e são acondicionados, inteiros ou em porções, em sacos ou cuvetes de plástico seladas.

Esta nova denominação será acrescentada à lista de produtos alimentares já protegidos. A lista de todas as indicações geográficas protegidas pode ser encontrada na base de dados eAmbrosia. Mais informações estão disponíveis online no portal GIView.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Confederação das micro e pequenas empresas: redução do IRC visa “essencialmente as grandes empresas”

Partilhar              A CPPME — Confederação Portuguesa de Micro, Pequenas e Médias Empresas considera que “a redução …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.