Início / Agricultura / Socialistas europeus defendem “redução substancial” do uso de pesticidas
© Grupo S&D

Socialistas europeus defendem “redução substancial” do uso de pesticidas

“Os pesticidas causam estragos no meio ambiente; comprometendo os polinizadores, degradando os solos e a água e comprometendo a saúde humana”. Reconhecendo a “urgência de abordar esta questão crítica”, o Grupo dos Socialistas e Democratas (Grupo S&D) no Parlamento Europeu defende uma “redução substancial na utilização de pesticidas”.

“Esta mudança promete benefícios indiscutíveis para o ambiente, a saúde pública e o bem-estar geral dos agricultores, aumentando a segurança alimentar”, garantem os socialistas europeus em nota de imprensa relembrando que amanhã, 22 de Novembro, o Parlamento Europeu deverá tomar uma posição sobre o novo regulamento sobre a utilização sustentável de pesticidas.

“Este relatório introduz, pela primeira vez, metas de redução vinculativas. Até 2030, está sobre a mesa um plano viável e bem equilibrado para reduzir todos os pesticidas para metade, com uma redução ainda mais rigorosa para os pesticidas mais perigosos. O regulamento foi cuidadosamente elaborado para apoiar os agricultores nesta transição essencial para uma paisagem agrícola mais ecológica”, adianta a mesma nota.

A redução dos pesticidas é um pilar do Pacto Ecológico, que o Grupo S&D colocou “no centro do programa da Comissão no início desta legislatura e que está agora a concretizar. Estamos empenhados em proteger as pessoas, o planeta e em apoiar os agricultores na transição”.

Para a socialista belga Marie Arena, negociadora do S&D sobre a regulamentação dos pesticidas, “o Parlamento Europeu tem a oportunidade de adoptar uma lei ambiciosa que aborda a ameaça iminente dos pesticidas na Europa. Com o seu impacto negativo nos polinizadores, no solo e na água, juntamente com os riscos para a saúde humana, é imperativo que tomemos medidas. Pela primeira vez, a legislação da UE estabelecerá metas de redução vinculativas – estabelecendo um novo padrão para a protecção ambiental e da saúde pública”.

E acrescenta que “a nova regulamentação sobre pesticidas vai além das restrições; oferece apoio substancial para facilitar a transição dos nossos agricultores para uma agricultura mais verde e saudável. O acesso a técnicas de controlo de pragas, como a gestão integrada de pragas, tem demonstrado um sucesso notável, com os agricultores convencionais a reduzirem a utilização de pesticidas em até 80% para algumas culturas, sem comprometer as receitas. Além disso, as disposições garantem uma melhor acessibilidade a alternativas ecológicas, conhecidas como produtos de controlo biológico, criando um caminho sustentável para a agricultura europeia”.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Garland Logistics obtém Certificação IFS Logistics para armazenamento e transporte de bens alimentares

Partilhar              A Garland Logistics, empresa de logística do Grupo Garland, obteve a exigente certificação pelo Standard …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.