Início / Agricultura / INE: produção de castanha deverá ser 2/3 da média do último quinquénio

INE: produção de castanha deverá ser 2/3 da média do último quinquénio

Os técnicos do Instituto Nacional de Estatística (INE) esperam que a produção de castanha deste ano fique pelos 2/3 da média do último quinquénio.

Segundo as previsões agrícolas do INE, a 31 de Outubro, a ocorrência de precipitação significativa e persistente durante o mês de Setembro, seguida de um aumento acentuado da temperatura na primeira quinzena de Outubro, com temperaturas médias acima dos 30°C, estabeleceram as condições ideais para o desenvolvimento do fungo Mycosphaerella maculiformis (septoriose) nos castanheiros, que, por norma, evidencia o seu ataque a nível folhear, mas que na situação actual, expandiu-se para os frutos em níveis de ataque muito acima do económico, havendo soutos em que parte da produção não foi colhida.

Comparativamente com 2022, ano de seca extrema e em que se verificaram intensos ataques da vespa das galhas do castanheiro (Dryocosmus kuriphilus Yasumatsu), a produção global colhida este ano é superior em cerca de 5%.

Salientam os técnicos do Instituto Nacional de Estatística que devido à elevada percentagem de frutos infectados com o fungo da septoriose, a sua valorização é inferior à do ano transacto, sendo que parte desta produção colhida será desviada para o fabrico de rações.

Pode ler as previsões agrícolas do INE aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

40% dos produtos alimentares com rotulagem nutricional simplificada utiliza o Nutri-Score

Partilhar              A maioria dos produtos alimentares que já apresentam um sistema de rotulagem nutricional simplificada utiliza …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.