Início / Política / Ambiente / Smart Cities: Vodafone apresenta Lourinhã Lights On, Lights Off

Smart Cities: Vodafone apresenta Lourinhã Lights On, Lights Off

A Vodafone e a Câmara Municipal da Lourinhã “revolucionaram” o conceito de iluminação pública na Região Oeste. O centro histórico da Lourinhã tem, a partir de hoje, 14 de Julho, um sistema de iluminação inteligente, permitindo à vila transformar-se no primeiro município do distrito de Lisboa a “monitorizar e a optimizar os seus consumos energéticos”, diz a Vodafone em comunicado.

O projecto Lourinhã Lights On, Lights Off resulta de uma parceria entre a Vodafone, a Câmara Municipal da Lourinhã e a Lightenjin, e consiste na substituição de 35 luminárias de vapor de sódio por tecnologia LED, associada a um sistema de controlo. Na prática, a solução baseia-se na premissa “monitorizar, controlar, optimizar” a iluminação pública, através do acesso a uma plataforma intuitiva que garante um “serviço fiável e de alta qualidade”, diz fonte da empresa.

Esta plataforma permite supervisionar os consumos energéticos em tempo real; definir calendários ou configurar perfis horários; gerir cada luminária individualmente ou controlar grupos de equipamentos; e regular os fluxos de intensidade de luz durante a noite, sem perder performance ou conforto, consoante as necessidades do município.

Alertas em caso de avaria

Os serviços municipais terão ainda acesso a um vasto conjunto de informação, que inclui, por exemplo, a possibilidade de serem emitidos alertas em caso de avaria ou danos, diminuindo os custos de manutenção dos equipamentos, para além de terem todas as luminárias geo-referenciadas e cadastradas.

“Altamente eficiente”, segundo a Vodafone, esta solução representará uma poupança total estimada entre 70% e 80%. A substituição das lâmpadas de vapor de sódio por tecnologia LED reduz a factura do Município em cerca de 60%. A utilização do sistema de gestão integrada desenvolvido pela Vodafone permite uma poupança adicional de 30% sobre o novo valor de consumo após a troca das luminárias.

Ao mesmo tempo é modular e pode agregar outras componentes de gestão inteligente da Vila. Por exemplo, a aplicação de sensores possibilita a recolha de informações sobre a qualidade do ar ou a taxa de ocupação dos estacionamentos, enquanto os sensores de movimento permitem regular o fluxo da luminária de acordo com a presença de pessoas, muito útil junto a passadeiras.

“A Vodafone está comprometida em contribuir para a dinamização e modernização das cidades, vilas e aldeias de Portugal, em estreita colaboração com parceiros estratégicos de Norte a Sul do País. Depois da primeira Aldeia Inteligente de Montanha e da primeira Smart Rock City, este projecto atesta a capacidade de a Vodafone oferecer um vasto portefólio de soluções para Smart Cities, independentemente das necessidades de cada região”, afirma o administrador da Vodafone, João Mendes Dias.

“A iluminação pública é responsável por 3% do consumo energético, o que representa custos muito elevados para os municípios e torna fundamental a definição de soluções convergentes, que aliem a tecnologia e a eficiência energética. A inovação ao serviço das cidades é precisamente uma resposta à necessidade de gerir o crescimento sustentado das cidades e tornar os serviços mais eficientes num mundo cada vez mais urbanizado”, refere o presidente da Câmara Municipal da Lourinhã, João Anastácio de Carvalho.

Mais do que uma solução de iluminação tecnológica inovadora, que permite aumentar a eficiência energética, melhorando a sustentabilidade ambiental e económica do concelho, este projecto assinala a primeira etapa de um ambicioso plano que permite à Lourinhã tornar-se a primeira Vila Inteligente da Região Oeste.

Nas próximas fases de implementação do projecto, a Câmara Municipal da Lourinhã prevê alargar tecnologia LED, cobrindo a totalidade da área histórica da vila.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

IFAP paga 119 M€ de apoios aos sectores agroflorestal e das pescas em Setembro

Partilhar              O Ministério da Agricultura e da Alimentação informa que, no final do mês de Setembro …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.