Início / Featured / Porto de Lisboa e Autoridade Marítima Nacional testam prontidão dos meios de salvamento marítimo

Porto de Lisboa e Autoridade Marítima Nacional testam prontidão dos meios de salvamento marítimo

A Administração do Porto de Lisboa (APL) e a Autoridade Marítima Nacional (AMN) testaram a prontidão dos meios de salvamento marítimo na entrada do Porto de Lisboa. Dia 6 de Março, pelas 23 horas foi realizado um exercício ao largo da Baía de Cascais onde foi simulada a queda de um tripulante de embarcação de pilotos ao mar, tendo sido de imediato activados os diversos meios de salvamento disponíveis na área do sinistro, nomeadamente as embarcações salva-vidas das Estações de Lisboa e Cascais e ainda a lancha de pilotos de reserva da APL.

A vítima foi recolhida e transportada para Cascais onde viria a receber tratamento diferenciado e encaminhada para o Hospital (simulação), refere um comunicado de imprensa do Porto de Lisboa.

A Administração do Porto de Lisboa, em estreita colaboração e articulação com a Autoridade Marítima Nacional (AMN), tem vindo a desenvolver “um exigente programa de formação e treino das suas tripulações e dos pilotos da barra para fazer face a situações de emergência no mar e incrementar a sua segurança individual e colectiva”, realça o mesmo comunicado.

E adianta que “após um sério investimento em equipamento de segurança e protecção, foi desenvolvido um plano de formação e treino com apoio do Instituto de Socorros a Náufragos (ISN), órgão de direcção técnica da AMN, que visava não só dar a conhecer os conceitos e procedimentos a ter em conta mas também proporcionar a experiência no mar, com treinos cada vez mais exigentes para o indivíduo e para a equipa”.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Câmara de Santarém atribui Medalha de Ouro ao CNEMA

Partilhar              A Câmara de Santarém condecorou hoje, 14 de Junho, o CNEMA — Centro Nacional de …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.