Início / Agricultura / Mota-Engil apresenta Projecto de Sequestro de Carbono. Plantação de 72.583 árvores em Mangualde

Mota-Engil apresenta Projecto de Sequestro de Carbono. Plantação de 72.583 árvores em Mangualde

A Mota-Engil ATIV, empresa multisserviços do Grupo Mota-Engil, que desenvolve soluções que promovem o desempenho operacional e a eficiência energética, hídrica e carbónica organizacional, vai apresentar o Projecto da Corvaceira no próximo dia 6 de Dezembro, na localidade de Corvaceira, concelho de Mangualde.

O encontro contará com a presença do secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, João Paulo Catarino, bem como dos parceiros do projecto e outras entidades oficiais.

“Fortemente comprometida com o roteiro para a neutralidade carbónica contribuindo com soluções que permitam apoiar parceiros e clientes na jornada para a descarbonização, a Mota-Engil ATIV já plantou mais de 1.000 hectares em floresta nacional e tem como objectivo atingir os 5.000 até 2026, prevendo o sequestro de 4 milhões de toneladas de CO2eq nos próximos 40 anos”, refere uma nota de imprensa da empresa.

Continuando a trilhar este caminho, mas a nível global, a Mota-Engil ATIV está ainda a analisar diversos projectos nas geografias onde o Grupo está presente. Estes projectos enquadram-se no âmbito da Diminuição dos Impactos das Alterações Climáticas, concretamente na redução dos gases com efeito de estufa na atmosfera, através do aumento do sequestro de carbono.

Projecto da Corvaceira

Para o Projecto da Corvaceira, a Mota-Engil ATIV vai plantar, na primeira fase, numa área de 87 hectares, em Chãs de Tavares, concelho de Mangualde, um total de 72.583 árvores, com um sequestro de CO2eq total esperado de 68.085 toneladas. Numa segunda fase do mesmo projecto estão a ser preparados mais 100 hectares.

Com o desenvolvimento deste projecto, a Mota-Engil ATIV pretende contribuir para a recuperação de terreno degradado por factores bióticos e abióticos, mas assente numa estratégia holística de recuperar a paisagem florestal com espécies endémicas, com a criação de um bosque biodiverso e a criação de habitats dedicados à preservação da vida selvagem.

Em simultâneo, pretende “contribuir efectivamente para o sequestro de carbono, cujo stock será preservado, monitorizado e protegido durante um longo período, no mínimo de 40 anos, a ser validado pelo VERRA, a maior entidade mundial certificadora no mercado voluntário de carbono”.

Através da implementação destes projectos, a Mota-Engil ATIV procura promover o restabelecimento florestal, contribuindo para a melhoria da biodiversidade, conservação da natureza e para o desenvolvimento empresarial sustentável, acrescenta a mesma nota.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

40% dos produtos alimentares com rotulagem nutricional simplificada utiliza o Nutri-Score

Partilhar              A maioria dos produtos alimentares que já apresentam um sistema de rotulagem nutricional simplificada utiliza …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.