Início / Agricultura / Ervideira ganha ouro com Flor de Sal no concurso Sélections Mondiales du Vin 2023

Ervideira ganha ouro com Flor de Sal no concurso Sélections Mondiales du Vin 2023

O vinho Flor de Sal, uma criação da 5ª geração de produtores de vinho Ervideira, recebeu ouro no concurso Sélections Mondiales du Vin 2023, um dos eventos mais prestigiantes no mundo do vinho.

Os dois irmãos — Duarte Jr e Bernardo Leal da Costa — deram início ao projecto Flor de Sal, uma produção própria que utiliza as vinhas e a adega Ervideira. Esta é uma produção que funde a eleição da casta de cada um dos filhos de Duarte Leal da Costa, uma portuguesa e uma internacional, e que dá origem a um vinho de qualidade elevada que acaba de ser enaltecido com a atribuição de ouro no concurso Sélections Mondiales du Vin 2023. Trata-se de uma competição internacional de prova de vinhos, sediada em Montreal, no Canadá, e é a maior competição de vinhos na América do Norte.

Este projecto da 5ª geração, tem vindo a crescer de mãos dadas com a sustentabilidade. Inicialmente, foi lançado apenas o Flor de Sal – IV – Bronze, no final de 2019 e, só mais tarde, o Flor de Sal – Silver – Premium, no, início de 2022. Em 2024, estes dois irmãos preparam-se para lançar o Flor de Sal – Gold – Reserva, um vinho que “vai primar pela confirmação de elevado padrão de qualidade da Marca Flor de Sal e na prática completar a gama com um vinho de topo”, refere uma nota de imprensa da Ervideira.

Duarte Jr Leal da Costa, director de compras e processos da Ervideira e co-criador dos vinhos Flor de Sal, reforça a pertinência de lançar este novo vinho para o mercado. “A aceitação por parte dos consumidores tem sido extraordinária, tendo-se reflectido num crescimento exponencial neste último ano, algo que nos trás confiança e motivação para continuar a apostar na qualidade e inovação – dois pilares que herdamos da ‘família’ Ervideira e que são os nossos grandes objectivos para 2024, a par com a produção responsável”.

“Salientamos ainda que este feito é muito importante para nós, pois não é comum atingir medalha de Ouro em dois vinhos da mesma gama (branco e tinto), algo que nos deixa orgulhosos pela qualidade destas referências”, acrescenta Duarte Jr Leal da Costa.

Por sua vez, Bernardo Leal da Costa, responsável do departamento comercial e o outro co-criador dos vinhos Flor de Sal, acrescenta dados acerca do crescendo deste vinho no último ano: “em 2022, o número de vendas de Flor de Sal rondou as 50.000 garrafas, correspondente a uma facturação de 160.000 euros. Mas além do crescimento em termos quantitativos, factor que comprova o interesse por parte do consumidor de vinho, cresce ainda em termos de mercado, pois está já a entrar em geografias como Bélgica, Luxemburgo, Brasil, Canadá, entre outros que estão em fase de prospecção”.

O caminho que Flor de Sal tem vindo a trilhar culmina, antes do fecho deste ano, num duplo reconhecimento: medalha de Ouro no Concurso Sélections Mondiales du Vin 2023 e prémio Boa Compra na Revista de Vinhos.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Agrogaia promove visita a quintas de agricultura biológica. Participação gratuita com transporte assegurado

Partilhar              O projecto Agrogaia realiza a primeira visita a duas quintas biológicas — Quinta do Ameal …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.