Início / Agricultura / IFAP paga 397 M€ aos sectores agroflorestal e das pescas em Novembro de 2023

IFAP paga 397 M€ aos sectores agroflorestal e das pescas em Novembro de 2023

O Ministério da Agricultura e da Alimentação informa que no mês de Novembro, através do IFAP — Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas, procedeu a pagamentos aos sectores agroflorestal e das pescas num montante total de 397 milhões de euros.

No âmbito do PEPAC 23-27 (Plano Estratégico da Política Agrícola Comum), entre Outubro e Novembro foram realizados pagamentos num valor global de cerca de 400 milhões de euros. Este montante abrange o apoio ao Rendimento Base, o Pagamento aos Pequenos Agricultores, a manutenção da actividade agrícola em zonas desfavorecidas, apoios às produções animais e ao sector da apicultura, refere um comunicado de imprensa do Ministério.

No contexto do PDR 2020 (Programa de Desenvolvimento Rural), cuja execução atingiu os 85%, foram transferidos, para os agricultores, em Novembro, mais 24 milhões de euros para a execução de medidas de investimento. Já no que diz respeito ao programa Mar 2020, cuja execução superou os 92%, foram realizados, este mês, pagamentos num valor total de 7,9 milhões de euros para o sector das pescas e da aquicultura.

“Entre Outubro e Novembro, conseguimos assegurar a antecipação de pagamentos num valor que equivale a, aproximadamente, 45% do total do montante associado ao Pedido Único. Mas destaco também o que está a acontecer no âmbito do Mar 2030, com a abertura de avisos que comprovam o foco na sua efectiva implementação ao serviço das pescas. Isto deve-se, sem dúvida, ao imenso esforço operacional e à colaboração dos sectores. E assenta na convicção de que, nomeadamente neste contexto tão desafiante, temos de continuar a acompanhar e a potenciar o empenho e o empreendedorismo da Agricultura e das Pescas em Portugal”, afirma a ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes.

Os pagamentos referentes ao Pedido Único 2023, conforme calendário divulgado pelo IFAP, prosseguirão nos meses de Janeiro e Fevereiro, com um valor adicional previsto de cerca de 500 milhões de euros, acrescenta o mesmo comunicado.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Produtores florestais querem 10% do Fundo Ambiental para mitigação das alterações climáticas

Partilhar              As seis federações de produtores florestais “exigem o reforço, a previsibilidade e a desburocratização do …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.