Início / Agricultura / Lipor recebe reconhecimento Inovadora Cotec pelo terceiro ano consecutivo

Lipor recebe reconhecimento Inovadora Cotec pelo terceiro ano consecutivo

A Lipor – Serviço Inter-municipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto, entidade líder na gestão sustentável de resíduos, foi novamente distinguida com o Reconhecimento Inovadora COTEC pelo terceiro ano consecutivo. Esta distinção, atribuída pela associação portuguesa Cotec Portugal – Associação Empresarial para a Inovação, reconhece a capacidade inovadora e o compromisso da Lipor com a sustentabilidade.

“Através de investimentos em investigação e desenvolvimento, a Lipor tem sido pioneira no desenvolvimento de soluções inovadoras para a gestão de resíduos, contribuindo para uma economia circular e para a preservação do meio ambiente”, refere aquele Serviço Inter-municipalizado em comunicado de imprensa.

A atribuição deste reconhecimento pelo terceiro ano consecutivo “destaca a liderança da Lipor no sector e inspira outras organizações a seguir o exemplo, colocando a inovação no centro do seu crescimento e sustentabilidade”, acrescenta.

680 pontos no Índice de Inovação da Cotec

A Lipor, recebeu uma valorização recorde de 680 pontos no Índice de Inovação da Cotec numa escala máxima, Innovation Scoring. Esta avaliação rigorosa, realizada desde 2015, pela prestigiada associação, destaca os esforços contínuos da Lipor em promover a inovação e desenvolver soluções pioneiras. O Innovation Scoring da Cotec é uma métrica que avalia a capacidade das organizações em impulsionar a inovação em diversas áreas.

“A valorização notável de 680 pontos no Índice de Inovação da Cotec reflecte o empenho da Lipor em impulsionar a inovação, explorando novas tecnologias e parcerias estratégicas para enfrentar os desafios ambientais, encontrar soluções inovadoras que minimizem o impacto ambiental, sensibilizar a comunidade e promover a educação ambiental e, em última instância, contribuir para um futuro mais sustentável”, realça o mesmo comunicado.

Lipor

A Lipor – Serviço Inter-municipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto foi fundada em 1982 como Associação de Municípios e gere, valoriza e trata resíduos urbanos produzidos pelos oito municípios que a integram: Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde. Ao mesmo tempo continuamos a partilhar boas práticas, complementadas com campanhas de sensibilização junto da população.

Trata, todos os anos, cerca de 500 mil toneladas de resíduos urbanos produzidos por cerca de 1 milhão de habitantes.

Sustenta-se nos modernos conceitos de gestão de resíduos, que preconizam a adopção de sistemas integrados e a minimização da deposição de resíduos em aterro. Por isso, desenvolve uma estratégia integrada de gestão baseada em quatro componentes principais: a Valorização Multimaterial, a Valorização Orgânica e a Valorização Energética, complementadas por um aterro Sanitário para recepção dos rejeitados dos processos e de resíduos previamente preparados.

Composto orgânico

Na sua Central de Valorização Orgânica, produz a partir de matérias-primas seleccionadas na origem, o Nutrimais, um composto orgânico 100% natural. Sendo um correctivo agrícola orgânico, não um adubo químico, a sua aplicação regular em solos agrícolas resulta na manutenção ou aumento da fertilidade natural desses mesmos solos.

O Nutrimais fornece uma gama alargada de nutrientes, dado ter na sua origem matérias-primas vegetais, libertando-os de forma natural ao longo do tempo e à medida que vai sendo decomposto pela flora microbiana do solo, retendo-os e evitando a sua lixiviação para a toalha freática ou cursos de água.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

PSD/Açores: Orçamento para 2024 demonstra estratégia para o sector das pescas

Partilhar              O deputado regional do PSD/Açores Jaime Vieira salientou quarta-feira que o Plano e Orçamento para …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.