Início / Agricultura / Legislativas 2024. BE quer eliminar apoios à tauromaquia e proibição de espectáculos com cetáceos

Legislativas 2024. BE quer eliminar apoios à tauromaquia e proibição de espectáculos com cetáceos

Os bloquistas apresentam-se às eleições legislativas antecipadas de 10 de Março de 2024 a defender a “eliminação dos apoios públicos, directos e indirectos, a eventos tauromáquicos e a outros espectáculos que submetam os animais a sofrimento físico ou psíquico”, além da “interdição do trabalho de menores em todas as actividades tauromáquicas, mesmo que amadoras”.

Para o Bloco de Esquerda (BE) deve-se fazer a “conversão em espaços culturais das praças de touros fixas sem utilização, segundo o seu programa eleitoral, sem esquecer as corridas competitivas de galgos, que quer proibir.

Por outro lado, defende a “antecipação da proibição de espectáculos com animais, promovendo a entrega voluntária e reforçando a lista de animais interditos” e a “proibição de espectáculos com cetáceos e outros mamíferos marinhos”, devendo-se fazer a transferência destes animais “para habitats mais naturais”.

O Bloco de Esquerda defende “medidas que devem envolver toda a comunidade, na garantia do respeito por todos os animais, e na reivindicação de modelos de soberania alimentar, de sistemas agroalimentares e padrões de consumo sustentáveis e de repúdio de perpetuação de práticas de violência e que combatam a exploração e as relações de dominação a todas as escalas, nomeadamente a violência e objectificação com que a indústria e as políticas, na sua grande maioria, encaram os animais”.

Pode ler o programa completo do programa eleitoral do Bloco de Esquerda para as legislativas de 10 de Março aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Eurodeputados portugueses e espanhóis juntos na defesa do regadio em Bruxelas

Partilhar              Eurodeputados portugueses e espanhóis, reunidos no 3º Congresso Ibérico do Milho, concordaram que “o regadio …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.