Início / Agenda / Koppert leva alternativa biológica para controlo de pragas à Fruit Attraction em Madrid

Koppert leva alternativa biológica para controlo de pragas à Fruit Attraction em Madrid

A Koppert participa com stand próprio (9E24) na próxima edição da feira internacional Fruit Attraction, que decorrerá no IFEMA — Centro de Feiras de Madrid, em Espanha, de 3 a 5 de Outubro, com um “catálogo completo de soluções biológicas que já provaram a sua eficácia no controlo de pragas e doenças das plantas e do solo, tanto em culturas de estufa como de ar livre”.

As soluções biológicas da Koppert, baseadas na utilização de insectos e microrganismos benéficos, inspiram-se em processos biológicos que ocorrem na Natureza, como o parasitismo ou a predação, o equilíbrio dos ecossistemas e os mecanismos de sobrevivência. Por este motivo, o controlo biológico, “hoje mais do que nunca, é imprescindível para a protecção integrada das culturas e, além disso, é a forma mais natural e sustentável de garantir a fitossanidade, uma vez que o controlo biológico não deixa resíduos químicos nas culturas, não obriga a um intervalo de segurança e não gera resistência nas pragas”, refere uma nota de imprensa da empresa.

Resistências químicas

E adianta que, no actual contexto de redução de pesticidas químicos de síntese e também de aumento da resistência adquirida pelas pragas aos tratamentos químicos, a Koppert apresenta-se na Fruit Attraction “como o parceiro fundamental para os produtores enfrentarem os novos desafios da produção agrícola, como as pragas emergentes, as alterações climáticas e a seca”.

“A nossa experiência de mais de 50 anos, aliada à nossa grande capacidade de inovação, fazem da Koppert a alternativa biológica mais segura e eficaz do mercado, uma vez que oferecemos uma qualidade inigualável em todo o nosso catálogo e aconselhamento técnico permanente e adaptado às necessidades de cada caso para que a implementação do controlo biológico seja facilitada e bem-sucedida”, explica Tiago Matos, responsável da Koppert em Portugal.

Controlo biológico

Actualmente, o “controlo biológico assume especial relevância porque disponibiliza aos produtores soluções 100% naturais” que contribuem para a recuperação da biodiversidade tanto na parte aérea da planta como no solo. “Está demonstrado que quanto maior a biodiversidade, maior a capacidade das culturas de lidar com o stress causado por factores bióticos” (novas pragas ou surtos súbitos de pragas) e abióticos (por exemplo, seca).

“Todas as nossas soluções para o controlo biológico de pragas e doenças respondem às necessidades dos produtores, que exigem produtos eficazes, economicamente viáveis e que respeitem o meio ambiente”, afirma Tiago Matos.

Biofungicida Trianum

Avança a mesma nota de imprensa que “centenas de produtores em Portugal já utilizam o biofungicida Trianum para proteger as suas culturas contra doenças transmitidas pelo solo. Este fungicida biológico, à base do fungo benéfico Trichoderma harzianum T-22, pode controlar uma grande variedade de doenças transmitidas pelo solo, como Pythium, Rhizoctonia e Fusarium em diversas culturas, tanto em estufa como em ar livre.

“A eficácia do Trianum é comparável à de um fungicida químico, mas enquanto os produtos químicos induzem stress na planta, Trianum torna a planta mais resistente ao stress. O fungo benéfico do Trianum promove o desenvolvimento de um sistema radicular saudável e melhora a absorção de água e de nutrientes, estimulando o crescimento das plantas”, explica o responsável da Koppert em Portugal.

Tal como a maioria dos métodos de controlo biológico, Trianum não requer equipamento de aplicação especial. “Embora seja um produto natural, está disponível em diferentes formulações para se adequar aos diferentes sistemas de aplicação utilizados pelos produtores. O Trianum-P pode ser aplicado através da rega e o Trianum-G pode ser aplicado em formato granulado, directamente no solo”, acrescenta Tiago Matos.

A Koppert, que detém a maior fábrica de produção de microrganismos da Europa, disponibiliza outras soluções que estão a revolucionar a forma de controlar as principais pragas agrícolas. É o caso do bioinsecticida Mycotal, à base do fungo benéfico Lecanicillium muscarium Ve6, que já demonstrou a sua elevada eficácia no controlo da mosca branca e tripes em culturas de estufa. O fungo contido no Mycotal atua mais rapidamente do que produtos à base de Beauverias, por exemplo, graças à sua poderosa formulação no exclusivo formato de blastósporo, que é a forma natural mais agressiva e eficaz que um fungo pode adoptar.

Nemátodos benéficos

Por outro lado, a mesma nota refere que actualmente, “os nemátodes benéficos da Koppert (nemátodes entomopatogénicos que não causam qualquer estrago às plantas) são uma solução eficaz para controlo de pragas foliares e do solo. Graças à fórmula única da Koppert, os nemátodes permanecem adormecidos até serem misturados com água”. Uma vez activados, eles caçam instintivamente as suas presas, parasitando-as e alimentando-se delas até eliminá-las completamente em poucas horas.

Os nemátodes benéficos “são muito versáteis e protegem as culturas de um vasto leque de pragas, tais como lepidópteros, larvas de coleópteros, larvas de moscas e escaravelhos em culturas frutícolas e hortícolas. Também foram comprovados excelentes resultados com nemátodes benéficos no controlo de pragas foliares, sobretudo de lagartas, por exemplo, a Tuta absoluta em tomateiro”.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Chega recomenda ao Governo reversão da extinção das Direcções Regionais de Agricultura

Partilhar              O Grupo Parlamentar do Chega (CH) recomenda ao governo que “reverta a decisão de extinção …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.