Início / Agricultura / Governo aprova medidas para apoiar pessoas e empresas pelos danos do Leslie
Foto: Câmara de Montemor-o-Velho

Governo aprova medidas para apoiar pessoas e empresas pelos danos do Leslie

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Conselho de Ministros aprovou hoje, 18 de Outubro, um conjunto de medidas tendo em vista fazer face aos danos e prestar apoio às populações e empresas afectadas pelo furacão Leslie ocorrido nos dias 13 e 14 de Outubro de 2018.

Segundo o Comunicado do Conselho de Ministros, são estabelecidas, através de decreto-lei, medidas excepcionais de contratação pública por ajuste directo relacionadas com os prejuízos causados pelo furacão.

Regime excepcional de contratação

“Dada a dimensão das intervenções a realizar, torna-se necessário adoptar um regime excepcional de contratação de empreitadas de obras públicas, de locação ou aquisição de bens e de aquisição de serviços que combine a celeridade procedimental exigida com a defesa do interesse público”, refere o Executivo.

Por outro lado, são adoptadas medidas de carácter extraordinário que visam assegurar a reparação dos danos causados pelo furacão Leslie nas habitações, nas actividades económicas e nas infra-estruturas localizadas nos distritos afectados.

Ver também:

Anpromis: Tempestade Leslie afecta produtores de milho da região Centro

Miguel Freitas no terreno a acompanhar prejuízos provocados pelo Leslie na Mata Nacional do Bussaco

Agricultores afectados pela tempestade Leslie com apoios garantidos

Furacão Leslie. Ministério da Agricultura faz levantamento de prejuízos

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Limitação da circulação entre concelhos. Posso ir trabalhar? Os turistas podem circular? Saiba tudo aqui

Partilhar            O Governo determinou a limitação de circulação entre diferentes concelhos do território continental no período …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.