Início / Agricultura / Deve haver um Sistema Agrometeorológico de apoio à agricultura no Centro e Oeste?

Deve haver um Sistema Agrometeorológico de apoio à agricultura no Centro e Oeste?

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O The Berry Project, fundado pelo meteorologista consultor, Sérgio Ferreira, está a organizar o curso “Riscos Climáticos Aplicados à Agricultura”, a realizar, em Coimbra, de 8 a 17 de Novembro de 2017 (ver aqui). Mas, não pára e acaba de lançar a sua segunda iniciativa.

O projecto tem em curso um questionário ao sector agrícola sobre necessidades o incluir num Sistema Agrometeorológico de Apoio à Decisão para a Agricultura no Centro e Oeste de Portugal (SADAGRO – Centro e Oeste).

Pode responder ao questionário aqui.

O inquérito destina-se a todos os envolvidos no sector agrícola, nomeadamente empresas, cooperativas e associações, para avaliar o seu interesse e, no caso positivo, incluir as necessidades num Sistema Agrometeorológico de Apoio à Decisão para a Agricultura no Centro e Oeste de Portugal (SADAGRO – Centro e Oeste).

“O Sistema irá gerar produtos especializados complementares aos existentes, tendo como principio não duplicar informação e produtos desenvolvidos e difundidos por outros organismos. As respostas ao questionário serão incorporadas no Sistema a estabelecer”, explica Sérgio Ferreira.

Projecto de demonstração

O SADAGRO – Centro e Oeste de Portugal, será um Projecto de Demonstração a ser desenvolvido por uma parceria integrando o CERNAS – Centro de Estudos de Recursos Naturais, Ambiente e Sociedade, da Escola Superior de Agronomia de Coimbra (ESAC/IPC) do DREAMS – Centro Interdisciplinar de Desenvolvimento e Investigação em Ambiente, Gestão Aplicada e Espaço) da Universidade Lusófona, da Fundag – Fundação de Apoio à Pesquisa Agrícola, Campinas, Brasil, da empresa Meteo Portugal, The Berry Project e do COTHN – Centro Operativo e Tenológico Hortofrutícola Nacional.

Será estruturado em sete módulos tendo como objectivo disponibilizar produtos agro-meteorológicos e informação específica como, por exemplo, parâmetros climáticos armazenados numa base regional de dados climáticos; acessadas via Web; e informação dos seguintes produtos agro-meteorológicos:

  • balanço hídrico por cultura;
  • índices agro-meteorológicos que permitem o acompanhamento das culturas, incluindo os baseados na temperatura (Graus-dia para as principais culturas);
  • índice de Precipitação Padronizado – SPI;
  • informação sobre riscos agro-meteorológicos a partir do balanço hídrico e da demanda hídrica das culturas com previsão para os próximos 5 dias;
  • previsão de fenómenos adversos (temperaturas extremas, chuva intensa, geada, granizo, vento forte, etc, a partir de modelos conceptuais ajustados às condições locais;
  • prognósticos das condições agro-meteorológicas e comportamento vegetal e de necessidade de irrigação com um cenário de até 3 meses;
  • cenários climáticos com identificação de sinais climáticos a esperar para Região do Centro e Oeste, partindo de projecções do clima futuro, produzidas por modelos regionais de clima;
  • informação sobre técnicas de utilização do solo numa perspectiva rentável e sustentável e como medida de adaptação às alterações climáticas;
  • análise do risco de incêndio florestal e medidas de adaptação e redução do risco;
  • zonagem de culturas e perspectiva da sua evolução temporal associado ao risco climático previsto;
  • avaliação, gestão de risco e previsão de colheitas para as principais culturas.

Cursos

A formação especializada através de cursos de curta duração, direccionados para técnicos agrícolas, será uma área a que o projecto dará muita atenção, estando já referenciados os seguintes cursos:

  • Riscos climáticos aplicados à agricultura (30h);
  • Riscos climáticos aplicados à agricultura para Técnicos de seguros (30h):
  • Interpretação de produtos agro-meteorológicos para agricultores (15h);
  • Meteorologia Aplicada aos incêndios florestais (30h)

Semanalmente o SADAGRO propõe-se emitir um boletim descritivo da evolução das principais variáveis meteorológicas na semana anterior e dos seus impactos nas diversas culturas bem como uma previsão de colheitas para as principais culturas.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Valorização da fileira do queijo da Região Centro: Escola de Queijeiros já arrancou

Partilhar            A Sessão Solene de Abertura da Escola de Queijeiros, uma iniciativa pioneira no País, que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.