Início / Agricultura / China: Inundações destroem colheitas

China: Inundações destroem colheitas

As maiores inundações desde 1998 na China causaram a morte de pelo menos 130 pessoas e a destruição de 1,9 milhões de hectares de campos agrícolas. Dezenas de rios, incluindo o Yangtze, transbordaram naquela que é a área mais rural do gigante asiático.

A extensão total dos danos ainda não foi calculada, mas estima-se que as perdas directas se cifrem em cerca de 38 mil milhões de yuans (5,16 mil milhões de euros), segundo a agência noticiosa Reuters. Milhões de aves de capoeira desapareceram nas cheias.

O Governo chinês emitiu um comunicado de imprensa em que salienta que os preços de hortícolas e vegetais “aumentaram significativamente” de forma quase imediata e que os agentes de vários organismos estatais foram encarregados de estabilizar os preços.

Na província de Anhui, as inundações causaram a morte de cerca de 7.100 porcos, 215 touros e 5,14 milhões de aves de capoeira, segundo a agência China News Service.

As previsões metereológicas apontam para mais precipitação, numa época do ano que é geralmente de inundações no país. As cheias que estão a prejudicar as colheitas chinesas em tal escala são atribuídas a fortes chuvadas na esteira do El Niño, nas últimas semanas, agravadas pelo tufão Nepartak.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Ministra da Agricultura visita ExpoMoncorvo

Partilhar              A ExpoMoncorvo – III Exposição de Empresas, organizada pela Câmara Municipal de Torre de Moncorvo, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.