Início / Featured / Açores estudam “desigualdades” entre estivadores dos portos de Ponta Delgada e da Praia da Vitória

Açores estudam “desigualdades” entre estivadores dos portos de Ponta Delgada e da Praia da Vitória

A secretária Regional do Turismo, Mobilidade e Infra-estruturas dos Açores, Berta Cabral, recebeu em audiência a Federação Nacional dos Sindicatos de Trabalhadores Portuários e o Sindicato dos Trabalhadores Portuários da Ilha Terceira.

Após a audiência, que decorreu na sede da Secretaria Regional, em Ponta Delgada, Berta Cabral afirmou, em declarações aos jornalistas, que foram colocadas questões relacionadas com algumas situações de desigualdade na operação da estiva em alguns portos dos Açores.

Esta é uma situação que, segundo Berta Cabral, a Secretaria Regional que tutela os Transportes vai estudar, no sentido de encontrar uma situação mais igualitária, sobretudo nos dois maiores portos, Ponta Delgada e Praia da Vitória, refere o Executivo açoriano em nota de imprensa.

“As operações da OPERTerceira [Sociedade de Operações Portuárias da Praia da Vitória] e da OPERPDL [Sociedade Operações Portuárias de Ponta Delgada] não têm exactamente o mesmo âmbito. O que vamos estudar é a forma de tornar mais igualitário o âmbito das duas operações portuárias, em termos logísticos e em termos de movimentação vertical e horizontal. Ou seja, número e tipo de operações que são feitas nos dois portos”, disse a governante.

Berta Cabral adiantou que “ficou acordado entre todas as partes que este é um processo que tem de ser muito bem conduzido”.

E concretizou: “temos que ter em conta que, actualmente, há trabalhadores da Portos dos Açores que fazem este tipo de operações e que se as mesmas forem transferidas para a OPERTerceira é preciso salvaguardar a situação dos primeiros”.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Município do Seixal no TOP 3 da recolha de óleos alimentares usados de origem doméstica

Partilhar              O concelho do Seixal é um dos três concelhos do País, juntamente com os municípios …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.