Início / Featured / Aberto concurso para construção do Hub Azul de Leixões. Investimento de 4,9 M€

Aberto concurso para construção do Hub Azul de Leixões. Investimento de 4,9 M€

O Hub Azul de Leixões – HAL, uma infra-estrutura científica, tecnológica e de inovação, vocacionada para o desenvolvimento da economia azul, já tem concurso público aberto. Estão 4,9 milhões de euros disponíveis para a empresa a contratar. O concurso encontra-se aberto desde 28 de Julho e as empresas têm 90 dias para concorrer, sendo que vai existir um período para pedidos de esclarecimento.

O objectivo desta plataforma é colmatar a falta de zonas de teste em ambiente relevante para o desenvolvimento de tecnologias oceânicas em Portugal, refere uma nota de imprensa enviada pelos responsáveis pelo Hub Azul de Leixões.

O caderno de encargos, que foi lançado na passada segunda-feira, dia 31 de Julho, numa cerimónia que envolveu, para além das entidades pertencentes ao consórcio, a Secretaria do Estado do Mar e a Câmara Municipal de Matosinhos, prevê que a obra seja edificada na Plataforma Logística do Porto de Leixões, devendo ficar concluída até ao final de 2025, como especificado no concurso público, publicado em Diário da República (aqui).

A obra, que implica a construção de um tanque central multiusos – cuja profundidade pode atingir os 30 metros -, tem de ficar concluída em 365 dias. A entidade adjudicante é o Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC), enquanto líder do consórcio HUB Azul de Leixões, acrescenta a mesma nota.

O novo Hub Azul reúne um conjunto de capacidades nas áreas das engenharias oceânicas e da biotecnologia azul, cuja ampliação e partilha potencia o desenvolvimento de sinergias relevantes, fundamentais para os processos de inovação na área do mar.

Neste contexto, o HAL tem como principais valências as tecnologias marinhas para o desenvolvimento em offshore; o teste de engenharia de materiais e sistemas (capazes de resistir às condições do oceano); o estabelecimento de um biobanco de recursos marinhos nacionais e laboratório de biotecnologia azul; o centro de mergulho científico; e a promoção da literacia do oceano.

O Hub Azul de Leixões surge como uma iniciativa de um grupo de organizações constituída pelo INESC TEC, entidade líder do consórcio, a Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL), a Câmara Municipal de Matosinhos, o Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR), o Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial (INEGI) e o Fórum Oceano.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

ASAE apreende 9 toneladas de carne imprópria para consumo em entreposto ilegal no distrito de Évora

Partilhar              A ASAE – Autoridade de Segurança Alimentar e Económica procedeu ao desmantelamento e suspensão total …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.