Início / Empresas / Vodafone realiza primeiros testes de 5G em Portugal com velocidades de 20Gbps

Vodafone realiza primeiros testes de 5G em Portugal com velocidades de 20Gbps

A Vodafone realizou, a 4 de Outubro, os primeiros testes de 5G em Portugal, antecipando aquela que será a rede móvel do futuro. A demonstração foi feita em parceria com a Ericsson e aconteceu no Edifício Sede da Vodafone Portugal, tendo sido atingidas velocidades de 20Gbps ‘over the air’, ou seja, sem recurso a ligação por cabo.

Em paralelo, a Vodafone demonstrou velocidades de 1Gbps na sua rede 4,5G live. Trata-se do state of the art da tecnologia no seu estado mais evoluído, que está já hoje disponível para qualquer cliente.

“Este é mais um marco na história de inovação da Vodafone Portugal que, ao preparar a sua rede móvel para uma transição progressiva para as comunicações de quinta geração, contribui para melhorar significativamente a experiência de telecomunicações dos utilizadores, levando a mais avançada tecnologia aos seus clientes”, refere João Nascimento, CTO da Vodafone Portugal.

Testes em ambiente controlado

Os testes realizaram-se em ambiente controlado na Vodafone Portugal e incluíram a transmissão de ficheiros para dois equipamentos móveis, em condições reais de propagação, a velocidades multi-Gbps (mais do que 1Gbps). A par disso, foi utilizada a tecnologia de ‘beam tracking’ e multi user MIMO, na qual assenta o 5G e que permite, através de feixes distintos nas antenas, transmitir dados de forma muito mais direccionada, servindo com maior eficácia vários utilizadores em simultâneo. Este sistema optimiza as comunicações móveis, melhorando a velocidade por utilizador e obtendo maior eficiência espectral.

Foram ainda demonstradas algumas das potencialidades que esta inovação tecnológica vai permitir no futuro em termos de experiência de utilização, como por exemplo a visualização em tempo real de um vídeo Ultra HD/4K para um equipamento móvel em movimento sem perda de qualidade.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

APOGER diz que guia electrónica de acompanhamento de resíduos é “abusiva”

  A APOGER — Associação Portuguesa de Operadores de Gestão de Resíduos e Recicladores, opõe-se …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *