Início / Agricultura / Salvem os insectos: é urgente tomar medidas para assegurar a sua existência

Salvem os insectos: é urgente tomar medidas para assegurar a sua existência

Artigo de opinião de Rosa Moreira, Eng.ª Agrónoma, promotora do site A Cientista Agrícola

Acho que todos já leram alguma notícia em algum momento sobre a falta de insectos  que está a assombrar o planeta Terra.

A diversidade de insectos no planeta, assim  como a quantidade de insectos que ainda resta em cada espécie, tem diminuído consideravelmente e tende a diminuir ainda mais se não forem tomadas novas atitudes.

Eu sei que muitos de nós, tentamos repelir os insectos ao máximo, mas temos de ter consciência que estes são necessários e precisamos de actuar de forma a salvá-los. Além de esta atitude ser benéfica para todos os insectos e a continuação da sua espécie, é uma boa atitude também para a nossa própria existência.

Uma publicação partilhada pelo conhecido site The Guardian, faz referência a um relatório da Plataforma Inter-governamental de Políticas Científicas sobre Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (IPBES em Inglês), e alerta sobre a estimativa de que 10% das espécies com 5,5 milhões de insectos, estão ameaçadas e podem ficar extintas.

Tal acontecimento pode estar relacionado devido às culturas agrícolas, uso de pesticidas e o aumento da população humana.

A investigadora  Anne Sverdrup-Thygeson, da Universidade Norueguesa de Ciências da Vida, explica que “tanto a água, quanto a alimentação que a humanidade necessita, dependem da sobrevivência desses insectos”.

Não só as abelhas necessitam de ser salvas

Todos sabemos que uma das funções  das abelhas é polinizar as flores, mas existem outros insectos com funções muito importantes. Anne fala que até as formigas têm um papel fundamental na dispersão de sementes, uma vez que, segundo o que a investigadora referiu, algumas delas são responsáveis pela propagação de até 11.000 espécies de plantas.

Por outro lado, muitos insectos auxiliam na decomposição de madeiras o que pode representar uma função essencial na “prestação de serviços de colecta de lixo”, permitindo gerar nutrientes para originar uma nova vida.

Para além da importância dos insectos abordada nos parágrafos anteriores, é importante referir que os insectos servem  de alimento para aves, répteis, anfíbios e mamíferos.  Segundo o site Audubon.org, a diminuição de   insectos contribuiu para a perda de 421 milhões de aves na Europa nas últimas três décadas.

De acordo com as conclusões deste investigadora e dos diversos estudos que têm vindo a ser feitos sobre a importância dos insectos e o impacto que o seu desaparecimento pode ter no planeta, o desaparecimento dos insectos poderá colocar a nossa própria existência em risco.

Por essa razão, é preciso agir e adoptar atitudes mais sustentáveis, tendo  consciência da importância de todos os insectos têm  para o bom funcionamento do nosso ecossistema.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

O Vinho do Porto pode aprender com o champanhe a subir o preço médio das garrafas

O Barca Velha pode ajudar o Douro a tornar os seus vinhos mais caros, tal …

Um comentário

  1. Mais um artigo de opinião sem apresentação de uma única solução. Todos conhecemos os dados apresentados – e ainda mais relevante, as suas causas – mas no entanto ninguém de dentro apresenta soluções. Talvez isto aconteça porque todas e quaisquer soluções passem por afectar interesses estabelecidos da agro-indústria. A agricultura e pecuária convencional, que representam a esmagadora maioria das áreas ocupadas globalmente por estas actividades não tem qualquer interesse nas soluções propostas por entidades credíveis e imparciais. Por outro lado, todas as gerações existentes de profissionais com formação superior dentro da agricultura e pecuária e áreas subjacentes, negam o efeito nocivo das suas actividades a agricultura convencional nos ecossistemas e por conseguinte na população de insectos. Deeds not words

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.