Início / Agricultura / Portugueses são os que mais bebem vinho no Mundo. 62,1 litros por habitante
Foto: br.freepik.com

Portugueses são os que mais bebem vinho no Mundo. 62,1 litros por habitante

A OIV — Organização Internacional da Vinha e do Vinho estima que o consumo mundial de vinho, em 2018, tenha ascendido a 246 milhões de hectolitros, uma ligeira queda face a 2017. Portugal registou um aumento de consumo de vinho, chegando aos 5,5 milhões de hl.

Mas, se os Estados Unidos continuam a ser o maior consumidor, os portugueses são os que mais bebem vinho, per capita.

Entre os principais países com maior consumo global estão os Estados Unidos, França, Itália, Alemanha e China.

No entanto, quando levamos em conta o consumo per capita (consumo por habitante) os dados do ranking ficam totalmente alterados. Foram mesmo essas contas que fez o site espanhol vinetur.com.

O site contabilizou apenas a população com mais de 15 anos de idade.

Portugal no top do ranking

Os portugueses são os maiores bebedores de vinho do Mundo. Seguem-se os franceses com 50,2 litros por pessoa, os italianos (43,6 litros), os suíços (37,8 litros) e os belgas (31,5 litros).

Crescimento da produção em 2018

Após uma produção historicamente baixa em 2017, a produção mundial aumentou em 42,5 milhões de hl, estimando a OIV uma produção total de 292,3 milhões de hectolitros, próximo do nível muito elevado de 2004.

Itália confirma a posição de primeiro produtor mundial com 54,8 milhões de hl, seguida pela França com 49,1 milhões e Espanha com 44,4 milhões.

Por outro lado, as condições climáticas foram menos favoráveis ​​para alguns países europeus. Em Portugal (6,1 milhões de hl), o míldio e o oídio tiveram impacto na produção em 2017, o qual, no entanto, permaneceu acima da média nos últimos anos.

Pode consultar todos os dados divulgados pela OIV aqui.

Ver também:

Produção mundial de vinho bate recorde: 292,3 milhões de hectolitros em 2018

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Produtores de sementes para produção de rebentos têm de estar registados na DGAV. Já conhece as novas regras?

Os estabelecimentos que produzem rebentos têm de ser aprovados pela  DGAV – Direcção Geral de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.