Início / Agricultura / Ministério da Agricultura alarga apoios a agricultores afectados pela seca a mais 18 municípios

Ministério da Agricultura alarga apoios a agricultores afectados pela seca a mais 18 municípios

Mais um milhão de euros colocado a concurso no âmbito da Medida 3.2.2. Pequenos Investimentos na Exploração Agrícola, do PDR 2020

O Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural decidiu alargar a mais 18 municípios os apoios aos agricultores afectados pela situação de seca que está a atingir o país.

O Ministério liderado por Luís Capoulas Santos, “tem acompanhado em permanência a evolução desta situação, razão pela qual têm sido colocados à disposição dos agricultores dos municípios em situação de seca severa e seca extrema um conjunto de apoios para dar resposta às necessidades de abeberamento do gado, para o que são apoiadas as aquisições de equipamentos de captação, distribuição e armazenamento de água, bem como as respectivas operações de prospecção”.

Os novos municípios

Explica o Gabinete de Capoulas Santos que, na sequência da evolução da situação de seca registada no último mês, passaram a estar em situação de seca severa e de seca extrema mais 18 municípios, para além dos 60 já declarados nesta situação no passado mês de Junho, pelo que o Governo disponibilizou mais um milhão de euros a que poderão candidatar-se agora os agricultores dos concelhos de Abrantes, Almeirim, Alpiarça, Arraiolos, Avis, Azambuja, Cartaxo, Castelo Branco, Chamusca, Constância, Fronteira, Golegã, Mora, Ponte de Sor, Salvaterra de Magos, Santarém, Sousel e Vila Franca de Xira.

Apoio PDR 2020

Trata-se de um montante colocado a concurso no âmbito da Medida 3.2.2. Pequenos Investimentos na Exploração Agrícola, do Programa de Desenvolvimento Rural PDR 2020, cujas candidaturas abrem hoje e poderão ser apresentadas até ao próximo dia 16 de Setembro, sendo as despesas elegíveis a partir da data da apresentação da candidatura.

Linha de Crédito “Alimentação Animal”

A par destas medidas, o Governo mantém aberta a Linha de Crédito “Alimentação Animal”, criada através da Portaria n.º 330 -A/2017. Trata-se de uma linha destinada a apoiar os produtores pecuários, abrangendo a totalidade do território continental, que tem ainda disponíveis cerca de 3,5 milhões de euros.

O Governo pôs igualmente em prática um programa de derrogações autorizadas pela Comissão Europeia, que permitirão aos agricultores adoptarem um conjunto de práticas sem penalizações na atribuição dos subsídios anuais. Para além disso, serão adiantados em 70% os pagamentos anuais das ajudas do I pilar da PAC e em 75% as ajudas do II pilar da PAC, acrescenta o Gabinete de Capoulas Santos.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Centromarca celebra 25 anos a anunciar o Congresso das Marcas

A Centromarca – Associação Portuguesa de Empresas de Produto de Marca comemora este ano o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.