Início / Agricultura / Faça os seus próprios biopesticidas- Parte II

Faça os seus próprios biopesticidas- Parte II

Artigo de opinião de Rosa Moreira, Eng.ª Agrónoma, promotora do site A Cientista Agrícola

Cuide da sua horta: tenha atenção às pragas e doenças

Os Biopesticidas tal como explicado na primeira parte do artigo(ver aqui) ajudam o planeta a tornar-se mais sustentável  e reduzem o risco de contaminação alimentar. Além de se revelarem  menos tóxicos muitas das vezes são mais eficazes do que os pesticidas químicos  comerciais que são tão prejudiciais para o meio ambiente e o que o rodeia. As pragas e doenças que surgem na sua horta, são responsáveis por quebras de produtividade e outros problemas significativos.
A boa notícia é que muitos biopesticidas podem ser feitos facilmente em casa não sendo necessário despender muito dinheiro  ou recursos uma vez que muitos dos ingredientes são possíveis de serem encontrados  nas nossas casas, nomeadamente em quintais ou hortas ou até mesmo em espaços públicos.

Aprenda agora algumas receitas para fazer biopesticidas caseiros.

Receita  para combater Formigas

  • Folhas de tomateiro q.b;
  • 1 colher de sopa de amido de milho;
  • 3 litros de água;

Modo de preparação: Depois de feita a mistura do preparado anterior leve tudo ao liquidificador, transfira a mistura para um borrifador e aplique com a ajuda deste utensílio o preparado junto das plantas atacadas.

Fonte da imagem: Atack Saúde Ambiental

Receita para combater pulgões  e outros insectos

  • 1/2 chávena de chá de sabão azul e branco ralado;
  • 2 chávenas de óleo vegetal;
  • Levar  a mistura anterior ao liquidificador;
  • Para cada colher de sopa da mistura preparada diluir em 1L de água;
  • Coloque a mistura preparada num borrifador e borrife na parte superior e inferior das folhas;

ATENÇÃO: Deve certificar-se que não está a usar uma dose elevada( 1 colher da mistura para 1L de água), uma vez que doses elevadas pode prejudicar as plantas.Pode usar este preparado na  horta, jardim e em plantas domésticas.

Fonte da imagem: Bucólico Anónimo

Receitas para combater ácaros e mosquitos

  • 4 dentes de alho;
  • 1 litro de água;
  • 1 colher de chá de sabão ralado;

Para fazer a mistura deve picar os alhos, adicionar um litro de água e deixar a mistura repousar por um período de 24 horas. Depois da mistura pronta coloque-a num borrifador e borrifar a solução nas folhas e plantas afectadas.

Fonte da imagem: Saberes do Jardim

Lesmas, caracóis e lagartas

  • 15g folhas de Artemisia absinthium secas;
  • 1 litro água;

Leve as folhas a ferver no litro de água durante um período de 30 min. Deixe arrefecer o preparado e  use esta solução para borrifar onde achar que há uma maior população destes indivíduos. Esta solução é muito forte e só deve de ser usada quando temos grande população destes indivíduos.

Fonte da imagem: UrbAnimals

Receita para combater fungos

  • 100g cavalinha fresca;
  • 1 litro água;

Cuidados: Deve deixar a cavalinha a macerar durante um período de 24 horas e posteriormente a esse período deve  levar a ferver alguns minutos. Depois disso deixe arrefecer a mistura, coe e guarde num frasco no frio e com pouca luminosidade. Utilize um borrifador para pulverizar a mistura sobre as partes da planta afectadas.

Fonte da imagem: Cotrijuc

Dica extra: Utilize o Própolis e a  Vaselina como cicatrizante

O própolis e a vaselina que utilizamos muitas vezes no nosso dia a dia pode  ser usado como fungicida na protecção de cortes de galhos ou raízes.  Para isso misture cerca de 30 gotas  de própolis num recipiente pequeno com vaselina e espalhe pelas zonas afectadas.

Já tomou nota destas dicas de biopesticidas naturais para usar na sua horta? Vão ajudá-lo a livrar-se das pragas sem danificar as plantas. É disso que o nosso planeta precisa para ser sustentável! Até ao próximo artigo…

A Cientista Agrícola

loading...

Verifique também

Governo dos Açores desafia agricultores a diminuir a dependência dos apoios

O director Regional da Agricultura afirmou, na ilha Terceira, que os agricultores devem apostar, cada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.