Início / Agenda / CAL promove Missão Empresarial à Guiné-Bissau

CAL promove Missão Empresarial à Guiné-Bissau

A CAL – Câmara Agrícola Lusófona está a organizar uma Missão Empresarial à República da Guiné-Bissau, entre 27 de Janeiro a 3 de Fevereiro de 2016, no âmbito do seu Programa de Internacionalização do Sector do Agronegócio.

A iniciativa é comparticipada parcialmente pela União Europeia – Portugal 2020 e COMPETE 2020 –, pelo que o valor de participação de uma pequena e média empresa (PME), de 2.950 euros, acrescidos de IVA a 23%, terá um financiamento de 50% através do Portugal 2020. O valor final da participação nesta missão será de 1.475 euros.

As inscrições podem ser feitas em https://form.jotformeu.com/53435752405353

Nos últimos anos, a República da Guiné-Bissau tem dado “importantes passos para a atracção de investimento estrangeiro, constatando-se uma grande dinâmica e entusiasmo por empresários portugueses. É um país que possui um potencial económico considerável devido à riqueza dos seus recursos naturais e à existência de alguns sectores ainda inexplorados”, diz o presidente da CAL, Jorge Correia Santos.

Aquele responsável adianta, na apresentação da missão, que a agricultura, a agro-indústria e as pescas constituem os principais eixos de desenvolvimento do país. A economia é dominada pela produção de castanha de caju, é o quarto maior produtor mundial, produzindo 200 mil toneladas por ano, representando 90% das exportações, e pelo arroz, que é a base da dieta alimentar do país.

“Contudo, a indústria transformadora é incipiente sendo constituída por bens de consumo, nomeadamente cerveja e refrigerantes e por produtos resultantes da transformação de madeira”, realça Jorge Correia Santos.

Mil milhões de euros em apoios ao desenvolvimento

Aquele responsável salienta que que durante a Conferência Internacional de Doadores para a Guiné-Bissau, que decorreu no passado dia 25 de Março de 2015 em Bruxelas, definiu-se o Plano Estratégico e Operacional da Guiné-Bissau para os próximos cinco anos tendo-se “permitido mobilizar mais de mil milhões de euros de apoios por parte da comunidade internacional. Este financiamento possibilitará aos vários sectores, nomeadamente: infra-estruturas, educação, agricultura e agro-indústria, o surgimento de uma excelente janela de oportunidade para o investimento estrangeiro, em especial para as empresas portuguesas que terão assim se posicionar face ao novo ambiente de negócios que se proporcionará na Guiné Bissau”.

É por isso que o presidente da CAL considera que a integração nesta missão empresarial “é uma oportunidade única para potenciar a criação de parcerias comerciais e governamentais num país que hoje em dia se encontra numa nova era, de estabilidade política, favorecendo o desenvolvimento económico”.

Pode descarregar a apresentação da missão aqui.
Para mais informações:
E-mail: internacionalizacao@calusofona.org
Telefone: 21 301 84 26

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Continental anuncia garantia até 10 anos para pneus agrícolas nos mercados EMEA

A Continental anunciou a introdução de uma garantia para pneus agrícolas nos mercados EMEA (Europa, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.