Início / Agricultura / Altri bate recorde de produção de pasta de papel em 2016

Altri bate recorde de produção de pasta de papel em 2016

O ano de 2016 foi, uma vez mais, foi de recorde para a Altri, em termos de produção e de vendas de pasta de papel. Durante o ano passado, a empresa produziu cerca de 1,031 milhões de toneladas de pasta (+0,8%), das quais cerca de 104,7 mil toneladas foram de pasta solúvel (DP).

O resultado líquido consolidado da Altri atingiu cerca de 77 milhões de euros, contra os 117,7 milhões registados em 2015. Quanto às receitas totais, caíram 8% face a 2015 para 612,5 milhões de euros. As receitas da venda de pastas ascenderam a cerca de 515,8 milhões de euros o que corresponde a decréscimo de cerca de 8,7%.

A Altri, constituída em Março de 2005, é já um produtor europeu de referência de pasta de papel de eucalipto. Para além da produção de pasta de papel e de pasta solúvel, a Altri está também presente no sector de energias renováveis de base florestal, nomeadamente a co-geração industrial através de licor negro e da biomassa. A estratégia florestal assenta no aproveitamento integral de todos os componentes disponibilizados pela floresta: pasta, licor negro e resíduos florestais.

580 milhões em investimento

Nos últimos anos a Altri investiu em Portugal mais de 580 milhões de euros nas suas unidades industriais. Actualmente, detém três fábricas de pasta de papel em Portugal com uma capacidade instalada de produção superior a 1 milhão de toneladas/ano de pasta de eucalipto em 2016.

A floresta é um activo estratégico da Altri. Em finais de 2016 o grupo mantinha sob sua gestão 78.747 hectares de terrenos florestais em Portugal. Nestes terrenos o eucalipto destaca-se como a principal cultura da floresta da Altri, ocupando mais de 62.678 hectares e garantindo um auto-abastecimento complementar ao mercado em madeira e biomassa, encontrando-se estes terrenos integralmente certificados pelo Forest Stewardship Council (FSC) e pelo Programme for the Endorsement of Forest Certification (PEFC), duas das mais reconhecidas entidades certificadoras a nível mundial.

Os recursos florestais da Altri, embora se encontrem dispersos em todo o País, na sua grande maioria estão concentrados no Vale do Tejo, conferindo-lhes uma importância acrescida face à sua proximidade aos centros fabris da Altri. “Esta proximidade tem uma grande importância estratégica pois permite uma optimização dos custos de transporte, assim como uma grande eficácia na mobilização de madeira quando comparada com a produção de madeira localizada a maiores distâncias”, explica o relatório e contas da empresa.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Nestlé quer aprender com startups e procura projectos na alimentação e saúde

A Nestlé Portugal e a Nova School of Business and Economics lançaram o programa de inovação …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *