Início / Agricultura / A tecnologia agrícola é a chave para reduzir a pobreza, diz o Banco Mundial

A tecnologia agrícola é a chave para reduzir a pobreza, diz o Banco Mundial

Artigo de opinião de Sara Sousa, marketeer na Agroop

Um novo relatório do Banco Mundial diz que os países em desenvolvimento precisam de apostar mais na inovação agrícola de forma a conseguirem reduzir a pobreza, enfrentar as alterações climáticas e alcançar as metas de produção alimentar.

Mais de 80% das pessoas muito pobres em todo o mundo moram em áreas rurais; dessas, a maioria trabalha em agricultura. Assim, o aumento da produtividade agrícola é essencial para a redução da pobreza – tem cerca do dobro do impacto da aposta em produção industrial, assegura o Banco Mundial.

“As novas tecnologias estão a melhorar o acesso e o custo da informação (…) em todas as áreas, incluindo a agricultura. Isto pode aumentar a produtividade de agricultores com pouco know-how,” disse a vice-presidente para o Crescimento, Finanças e Instituições do Bando Mundial, Ceyla Pazarbasioglu.

Além da pobreza, as alterações climáticas também são um problema – estas, juntamente com o deterioramento dos recursos naturais, vão “atacar com força a agricultura, impactando os pobres e vulneráveis, especificamente em África e no sul da Ásia,” de acordo com o Banco Mundial.

Leia também: 3 razões para apostar em tecnologia de agricultura de precisão

Na face destes desafios, o passo mais importante a dar para aumentar a produtividade na agricultura e os rendimentos dos agricultores é a adopção de tecnologias e práticas inovadoras pelos mesmos.

“Tal vai permitir aos agricultores aumentar o rendimento das culturas, gerir inputs com mais eficiência, adotar novas culturas e sistemas de produção, melhorar a qualidade da produção, conservar recursos naturais e adaptarem-se às mudanças climáticas.”

Para já, o investimento dos países em pesquisa e desenvolvimento nesta área está aquém do nível que o Banco Mundial considera necessário para se alcançarem estes efeitos positivo, especialmente em África.

Os agentes políticos nos países em desenvolvimento precisam de reverter [a tendência de decréscimo no investimento em inovação] e melhorar as condições para encorajar a contribuição do setor privado,” disse William Maloney, economista chefe do sector de Crescimento, Finanças e Instituições do Banco Mundial.

Foto: CIAT

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Cotações – Aves e Ovos – Informação Semanal – 14 a 20 Outubro 2019

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas Aves As cotações médias nacionais do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.