Início / Empresas / Yilport Iberia reforça valências do terminal de Huelva com investimento em três novas gruas

Yilport Iberia reforça valências do terminal de Huelva com investimento em três novas gruas

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A sociedade portuguesa Yilport Iberia vai aumentar a capacidade do terminal e melhorar as operações portuária do porto de Huelva com a aquisição de três Gruas STS.

As três gruas STS (Ship-to-Shore Super Post Panamax) permitem alargar o alcance para 20 filas ao operar com duplo elevador (capacidade máxima de elevação de 65 toneladas), além de permitir passar a receber navios maiores, de porte superior.

Este investimento permite à Yilport receber navios com maior capacidade — de 10.000 TEUs – quando comparados com os navios que acedem actualmente ao terminal (3.000 TEUs), bem como passar a incluir o transbordo de carga, nos serviços disponibilizados.

A chegada destas novas gruas faz parte de um plano de investimento que tem vindo a ser realizados no terminal deste relevante porto do Sul de Espanha, com “o objectivo posicionar o porto de Huelva como uma referência no sector, tanto no arco atlântico como mediterrânico da Península Ibérica”, dada a sua posição geográfica e a sua conectividade intermodal.

Diogo Vaz Marecos, director-geral da Yilport Iberia salienta que “o terminal de Huelva tem vindo a aumentar gradualmente o seu rendimento durante os últimos anos. Todavia, estas novas gruas criam novas oportunidades e permitem o início de uma nova fase, pois com a aquisição destes equipamentos será possível optimizar os níveis de serviço das operações de contentores, aumentar a capacidade, e melhorar significativamente a atractividade do porto”.

O mesmo responsável acrescenta ainda que “o interesse de navios maiores pelo porto de Huelva poderá influenciar a criação de cerca de 50 postos de trabalho indirectos”.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Madeira consegue controlo da Psila Africana dos citrinos com luta biológica

Partilhar              A Psila Africana dos citrinos (Trioza erytreae), um insecto originário da África subsaariana, tem como …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.