Início / Featured / Vasco Cordeiro defende Economia do Mar ao serviço do desenvolvimento e projeção dos Açores

Vasco Cordeiro defende Economia do Mar ao serviço do desenvolvimento e projeção dos Açores

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O presidente do Governo Regional dos Açores defendeu ontem, 23 de Junho,, em Ponta Delgada, o reforço do papel da Economia do Mar no desenvolvimento e na projecção dos Açores no exterior, através da aposta em novas áreas que aproveitem o potencial deste sector para benefício da Região.

“O Governo dos Açores tem feito um percurso e trabalhado ao nível da aquacultura, da biotecnologia marinha, da exploração dos recursos minerais profundos e do aproveitamento da energia para que possam vir a ser uma realidade efectiva a curto e médio prazo, constituindo-se como actividades de relevante interesse para a nossa Região e para a sua projeção no exterior”, afirmou Vasco Cordeiro.

O presidente do Governo falava na sessão de abertura da conferência internacional ‘Maritime Spatial Planning Worldwide’, que contou com a participação do Comissário Europeu para o Ambiente, Assuntos Marítimos e Pescas, Karmenu Vella.

Esta conferência foi promovida pela Comissão Europeia em parceria com a Universidade dos Açores, à qual se associou a Conferência das Regiões Periféricas Marítimas da Europa (CRPM), presidida por Vasco Cordeiro.

Turismo e náutica de recreio

Na sua intervenção, o presidente do Governo salientou que, para além das pescas e dos transportes marítimos, outras actividades ligadas à Economia do Mar, que estão em diferentes fases de concretização, têm assumido, nos últimos anos, um papel cada vez mais relevante na Região, caso do turismo costeiro, da náutica de recreio, do turismo de cruzeiros e da exploração de agregados não metálicos.

“É neste contexto que consideramos fundamental implementar medidas de ordenamento do espaço marítimo”, destacou Vasco Cordeiro, ao recordar que a Zona Económica Exclusiva (ZEE) dos Açores ocupa uma área de cerca de um milhão de km2, sendo que a Plataforma Continental estendida de Portugal adjacente à Região ocupa uma área de cerca de dois milhões de km2.

“Por sermos o centro desta extensa área marítima – mais de um quarto das águas europeias – é inegável a relevância para os Açores que tem a Estratégia de Crescimento Azul da União Europeia, assim como as matérias relativas ao ordenamento do espaço marítimo para a Região”, sublinhou o Presidente do Governo.

Agricultura e Mar Actual

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Volume de capturas de pescado em Portugal aumenta 48,4% em Agosto de 2021

Partilhar               O volume de capturas de pescado em Portugal, em Agosto de 2021, aumentou 48,4% …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.