Início / Agricultura / Universidade de Jaén apresenta segunda edição do dicionário electrónico multilingue de termos do azeite

Universidade de Jaén apresenta segunda edição do dicionário electrónico multilingue de termos do azeite

A Universidade de Jaén acaba de apresentar a segunda edição do dicionário electrónico multilingue de termos do azeite, o web Olivaterm. Trata-se de uma ferramenta que o Reitor da Universidade, Nicolás Ruiz Reyes, qualifica como “disruptiva”, uma vez que pretende ser “um extraordinário motor de divulgação científica dirigido aos agentes sociais e económicos relacionados com o sector do olival e também à sociedade, e, por outro lado, ajuda a conhecer melhor e a o posicionar internacionalmente num enfoque criativo, colaborativo e com um objectivo centrado na geração de valor”.

Na sua intervenção, Nicolás Ruiz destacou o compromisso da Universidade de Jaén com o sector do azeite. “Este acto de hoje é mais uma amostra desse apoio, que se realiza desde distintos e variados âmbitos do conhecimento, como a melhoria da produção, a modernização dos processos, a sustentabilidade, a digitalização, a saúde, a segurança alimentar, a abertura s novos mercados…  e também a linguística, com as suas aplicações práticas. Neste caso, com a criação deste Dicionário Electrónico Multilingue de Termos de Azeite”.

Neste sentido, Nicolás Ruiz considera fundamental a transmissão de conhecimentos, neste caso através de um dicionário multilingue específico, com o qual se pretende facilitar a comunicação internacional entre os distintos actores neste sector (agricultores, empresários, jornalistas, tradutores, intérpretes e especialistas), ressaltando a importância da interdisciplinaridade e de abarcar o maior número possível de áreas de conhecimento, na hora de executar este tipo de projectos.

2ª edição

A 2ª edição do Dicionário de Termos de Azeite (DTAO), uma edição ampliada e actualizada face à publicada em 2013, chega agora em formato electrónico. Esta edição digital, alojada na página web do Instituto Universitário de Olival e Azeites da Universidade de Jaén, pretende o acesso rápido e universal à informação e a transferência eficaz do conhecimento em 4 línguas (espanhol, inglês, francês e chinês), refere uma nota de imprensa da Universidade.

A principal novidade desta 2ª edição digital do dicionário, relativamente à 1ª edição imprensa, é a incorporação da língua francesa como nova língua de consulta. “Esta plataforma digital supõe um verdadeiro avanço na transmissão dinâmica do conhecimento especializado em olivicultura e na técnica oleica, permitindo deste modo uma rica experiência do usuário mediante a visualização da informação num tom atractivo e acessível”, diz Nicolás Ruiz.

Assim, o Dicionário actualiza a informação compilada até agora e colecta 420 termos, com as suas distintas acepções.

Pode aceder ao o Dicionário de Termos de Azeite, online e multilingue, aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Confederação das micro e pequenas empresas: redução do IRC visa “essencialmente as grandes empresas”

Partilhar              A CPPME — Confederação Portuguesa de Micro, Pequenas e Médias Empresas considera que “a redução …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.