Início / Agricultura / Sondagem. 87% acredita que só com melhor funcionamento da Justiça se reduz o crime ambiental

Sondagem. 87% acredita que só com melhor funcionamento da Justiça se reduz o crime ambiental

A SPEA — Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves, na semana em que se marca o Dia Mundial da Conservação da Vida Selvagem (4 de Dezembro), divulga os resultados de uma sondagem que mostra a preocupação dos portugueses com o crime ambiental.

Numa sondagem da Marktest realizada para a SPEA, no âmbito do projecto LIFE Nature Guardians, em Setembro deste ano, cerca de 87% dos inquiridos disse acreditar que os crimes contra o meio ambiente são tão ou mais importantes que outro tipo de delitos. No entanto, quando lhes foi pedido para avaliar a utilidade de várias entidades na protecção do meio ambiente, a Justiça ficou em último lugar, atrás das polícias, das Organizações Não-Governamentais e dos Vigilantes de Natureza.

Melhorar o funcionamento da Justiça foi, aliás, a medida considerada mais determinante para reduzir o número de crimes contra o ambiente no nosso país – uma subida de 2 lugares face à sondagem idêntica realizada em 2019. A segunda medida mais votada foi o aumento das penas para os infratores (que subiu também um lugar na classificação), seguida da sensibilização da população para o valor do património natural (que desceu de 1º para 3º lugar face a 2019).

Esta sondagem foi realizada pela Marktest através de entrevistas via internet, entre 20 e 27 de Setembro de 2022, a 707 residentes de Portugal continental com 18 e mais anos.

Numa altura em que os mais jovens têm estado em foco por manifestarem publicamente as suas preocupações com o ambiente e o futuro do planeta, esta sondagem mostra que “na verdade, o crime ambiental é uma preocupação transversal a todas as idades: em todas as faixas etárias a maioria dos inquiridos disse considerar os crimes contra o meio ambiente tão importantes como outro tipo de delitos”, refere a SPEA em nota de imprensa.

Precisamente para melhorar a eficiência e a eficácia das acções de combate a crimes contra a natureza, no projecto LIFE Nature Guardians, a SPEA e a sua congénere espanhola (a Sociedade Espanhola de Ornitologia, SEO/BirdLife) têm vindo a trabalhar com todos os sectores envolvidos na prevenção, investigação, prossecução e resolução dos crimes contra o ambiente: desde forças policiais a magistrados, passando pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas e pelos decisores políticos. O projecto é coordenado pela SEO/BirdLife e co-financiado pelo programa LIFE da União Europeia e, em Portugal, pelo Fundo Ambiental.

Para marcar a efeméride, a SPEA lança também este fim-de-semana um vídeo apelando a que os cidadãos denunciem os crimes contra o ambiente, sob o mote “pequenos gestos podem ter um grande impacto”.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Cotações – Bovinos – Informação Semanal – 23 a 29 Janeiro 2023

Partilhar              Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas As cotações médias de novilhas de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.