Início / Mar / Ambiente / Regionais Açores. IL quer estabelecer quotas mensais para pesca de diferentes espécies
© Iniciativa Liberal

Regionais Açores. IL quer estabelecer quotas mensais para pesca de diferentes espécies

A Iniciativa Liberal dos Açores (IL Açores) defende o estabelecimento de “quotas mensais para a captura de diferentes espécies [marinhas], garantindo a manutenção equilibrada das populações em conformidade com a procura sustentável”, além de se “monitorizar regularmente o cumprimento das quotas e ajustar conforme necessário com base em avaliações científicas”.

Segundo o programa eleitoral para as legislativas regionais antecipadas de 4 de Fevereiro, a IL Açores, liderada por Nuno Barata, considera que “a implementação de quotas mensais visa evitar a sobre-exploração, assegurando a sustentabilidade a longo prazo das espécies marinhas. Isso contribui para a manutenção de ecossistemas saudáveis, a preservação da biodiversidade e a garantia de recursos para as gerações futuras”.

Por outro lado, a IL defende a realização de “um levantamento abrangente do período de desova de todas as espécies marinhas relevantes” e a utilização de “métodos científicos e tecnologias de monitorização para identificar os momentos cruciais de reprodução, contribuindo para o estabelecimento de medidas de gestão adequadas”.

Segundo a IL Açores, “o levantamento do período de desova proporciona informações essenciais para o desenvolvimento de estratégias de gestão sazonal. Isso ajuda a evitar práticas de pesca prejudiciais durante os períodos sensíveis, contribuindo para a preservação das populações marinhas”.

E adianta que “nos Açores, observa-se a inexistência de áreas marinhas protegidas costeiras devidamente eficientes. A ausência de áreas de preservação marinha compromete a conservação dos recursos ecológicos, prejudicando a gestão sustentável dos ecossistemas. A falta de zonas protegidas propicia a degradação ambiental e a perda de biodiversidade”.

Pode ler o programa eleitoral da IL Açores para as legislativas regionais antecipadas, de 4 de Fevereiro de 2024, aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Confederação das micro e pequenas empresas: redução do IRC visa “essencialmente as grandes empresas”

Partilhar              A CPPME — Confederação Portuguesa de Micro, Pequenas e Médias Empresas considera que “a redução …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.