Início / Agricultura / Produtores de batata já têm linha de crédito de 3 M€ activa

Produtores de batata já têm linha de crédito de 3 M€ activa

A portaria 259-A/2017, de 21 de Agosto, foi publicada ontem e entrou já hoje em vigor. Quer isso dizer que os produtores de batata acabam de ver criada uma linha de crédito de 3 milhões de euros.

Aquela portaria regulamenta a “linha de crédito garantida para armazenagem da batata”, destinada a apoiar necessidades de tesouraria dos operadores do sector, financiando a armazenagem do produto para venda posterior, em condições económicas mais favoráveis.

Tendo em conta que “os produtores de batata de conservação estão confrontados este ano com um forte desequilíbrio de mercado, que impôs uma descida do preço de venda do produtor para valores abaixo do custo de produção, a retirada de parte da produção do circuito comercial é a medida adequada para restabelecer o equilíbrio entre a oferta e a procura”, realça um comunicado do Ministério da Agricultura.

Apoiar a armazenagem

Por isso mesmo, o Governo decidiu “apoiar a armazenagem e a conservação da batata durante o período em que os preços estão mais baixos, permitindo desta forma que a produção seja lançada no mercado mais tarde, a preços mais elevados e compensadores”, acrescenta a nota do Ministério liderado por Luís Capoulas Santos.

Esta linha de crédito, com um montante de 3 milhões de euros, estabelece um valor individual garantido de 60 euros por tonelada de batata armazenada. Os empréstimos da linha de crédito garantida para armazenagem da batata, são concedidos pelo prazo máximo de um ano a contar da data de celebração do contrato.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Chega recomenda ao Governo reversão da extinção das Direcções Regionais de Agricultura

Partilhar              O Grupo Parlamentar do Chega (CH) recomenda ao governo que “reverta a decisão de extinção …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.