Início / Featured / Porto e Câmara de Lisboa assinam contrato de concessão do Shared Ocean Lab

Porto e Câmara de Lisboa assinam contrato de concessão do Shared Ocean Lab

A Administração do Porto de Lisboa assinou ontem, 30 de Junho, com a Câmara Municipal de Lisboa o contrato de concessão para a instalação do Shared Ocean Lab numa das naves da Doca de Pedrouços, e que integra o futuro Ocean Campus. O objectivo estratégico é criar um espaço para a investigação científica e inovação, no que respeita as Ciências Marítimas e a economia azul.

Segundo uma nota de imprensa do Porto de Lisboa, o contrato de concessão do espaço é valido pelo prazo de 75 anos e o investimento que a Câmara Municipal de Lisboa vai fazer na concessão deste hub ligado ao mar é de 26 milhões de euros. A isso somam-se 31 milhões de euros que a câmara vai investir na construção do edifício na Doca de Pedrouços.

Para o ministro das Infra-estruturas, João Galamba “o desenvolvimento da economia ligada ao mar é uma expressão tantas vezes usada sem conteúdo. Agora estamos a dar-lhe conteúdo, no sentido de fazer de Lisboa uma capital de inovação e empreendedorismo da economia azul”.

Pretende-se que esta seja uma infra-estrutura crucial para a colaboração e interacção multidisciplinar entre as actividades empresariais e empreendedoras e o conhecimento científico, de modo a criar um ecossistema capaz de potenciar uma inovação aberta e a transferência de conhecimento que venha a permitir o desenvolvimento da economia azul, adianta a mesma nota.

Fábrica de Unicórnios dos Oceanos

“A Câmara Municipal de Lisboa tem um sonho, o de lançar uma Fábrica de Unicórnios dos Oceanos com capacidade de conseguir transformar o conhecimento em produtos e empresas, criar bem-estar e trazer emprego. E hoje lançamos a primeira pedra nesse sentido”, sublinhou o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas.

Inserido no Ocean Campus, visa ser um cluster potenciador do desenvolvimento associado ao mar, através de uma rede de unidades de investigação, ensino e desenvolvimento tecnológico, cujo objectivo principal é gerar inovação e investigação qualificada.

Para o presidente do Conselho de Administração da APL, Carlos Correia, “com esta parceria o Porto de Lisboa dá mais um importante passo naquela que é a sua estratégia de promoção da sustentabilidade e na concretização do Porto de Lisboa enquanto hub internacional de inovação na Economia Azul. Este é um passo importante no caminho que vamos seguir que assenta num modelo colaborativo e de inovação aberta com a Câmara Municipal de Lisboa, num compromisso partilhado com o objectivo de fazer crescer a economia azul sustentável e circular, motor de enorme relevância para Lisboa e para o País”.

A cerimónia protocolar decorreu a bordo de uma embarcação que fez a ligação entre a Doca de Santo Amaro e a Doca de Pedrouços. A sessão contou com as presenças do ministro das Infra-estruturas, João Galamba, do presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, e do presidente do Conselho de Administração do Porto de Lisboa, Carlos Correia.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Consulta pública sobre Acordo Comercial UE-Canadá termina a 25 de Abril

Partilhar              A Comissão Europeia tem em curso, até dia 25 de Abril de 2024, uma consulta …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.