Início / Agenda / Paisagem da vinha do Pico em destaque na Feira Nacional de Agricultura

Paisagem da vinha do Pico em destaque na Feira Nacional de Agricultura

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma representação das tradicionais curraletas de vinha da Ilha do Pico vão estar em destaque na entrada do recinto da 56.ª Feira Nacional de Agricultura, que decorre de 8 a 16 de Junho, em Santarém.

Cerca de 20 toneladas de materiais, entre pedra basáltica e bagacina, foram transportadas dos Açores para Santarém, de modo a representar o mais fielmente possível a paisagem da cultura da vinha do Pico, classificada desde 2004 pela UNESCO como Património Mundial da Humanidade.

Para o secretário Regional da Agricultura e Florestas, João Ponte, trata-se de uma “grande honra e uma grande oportunidade” poder dar destaque nacional ao bom trabalho que os Açores, em geral, e o Pico, em particular, tem feito ao nível da vinha e do vinho, sobretudo nos últimos anos, em que se verificou um aumento considerável do número de produtores, de área, de produção e valorização do vinho.

O certame agrícola mais antigo do País

Este certame, que é o maior e mais antigo do género que se realiza no país, tem na vinha e no vinho o mote para a edição deste ano, reunindo mais de 750 expositores e atraindo milhares de visitantes.

O secretário Regional da Agricultura e Florestas estará presente na sessão de inauguração da Feira Nacional de Agricultura, visitando depois o stand açoriano, com organização da Associação Agrícola de São Miguel, que dará a conhecer aos visitantes vários produtos açorianos, como queijo, leite, compotas, vinho e bolos lêvedos.

O programa da feira inclui a realização de colóquios e seminários onde estarão em debate os principais temas da actualidade agrícola, além de desfiles e provas, actividades equestres e hípicas, bem como concertos, entre outras iniciativas.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Navio da Marinha acrescenta mais de 37 mil km2 ao mapa do mar português

Partilhar            O navio hidro-oceanográfico D. Carlos I regressou hoje, 10 de Agosto, à Base Naval de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.