Início / Agenda / Michelin leva gama de pneus para o sector agrícola à Agraria 2023

Michelin leva gama de pneus para o sector agrícola à Agraria 2023

A Michelin, líder no segmento dos pneus agrícolas, estará presente na Agraria 2023, que, sob o lema “Cultive oportunidades, colha benefícios”, celebra a sua sétima edição de 24 a 27 de Janeiro, na Feira de Valladolid, em Espanha.

No stand número 265, situado no Pavilhão 2, a Michelin aproximará do público a sua actual gama de pneus e soluções “para ajudar os agricultores a trabalhar de forma eficiente sustentável durante todo o ciclo de cultivo, assim como a visão de futuro do Grupo para responder ao desafio que representa para o agricultor aproveitar o desempenho de ma maquinaria agrícola tecnologicamente cada vez mais avançada, através de uma estratégia baseada na inovação e no respeito pelo solo, e oferecendo soluciones rentáveis ao agricultor”.

Entre os representantes da sua gama de pneus agrícolas, e “expoentes da máxima tecnologia no momento de transmitir potência e garantir tracção com a mínima compactação dos solos, assim como da máxima eficiência”, a Michelin exibirá na Agraria 2023 o novo Michelin EvoBib.

Concebido para ser utilizado com sistemas de teleinsuflação, o Michelin Evobib evolui e transforma-se em função das condições de utilização, para oferecer a melhor performance tanto no campo como em estrada, explica a produtora em nota que imprensa.

No stand também serão mostradas as vantagens do Michelin Axiobib 2, um pneu VF (Very High Flexion) polivalente, que permite melhorar o rendimento agronómico até 4% graças à tecnologia Michelin Ultraflex; e do Michelin SprayBib CFO, um pneu de muito baixa pressão para máquinas de tratamento autopropulsionadas. Não faltarão os pneus Michelin CerexBib 2, uma referência quando se trata de equipar as ceifeiras mais potentes; ou os Michelin TrailXbib, concebidos especificamente para reboques e alfaias.

Os visitantes da feira também poderão conhecer as vantagens da solução de insuflação centralizada PTG, uma tecnologia que permite ajustar a pressão dos pneus da maquinaria agrícola a partir da cabina, para trabalhar com baixas pressões e proteger o solo, melhorando a produtividade no campo; ou escolher pressões mais elevadas para circular sobre asfalto, aumentando a duração e a vida útil dos pneus.

Protecção do solo e produtividade 

No stand também serão exibidas as mais recentes novidades da CAMSO, empresa que faz parte do Grupo Michelin desde 2018. Ambas as empresas uniram esforços com o objectivo de desenvolver soluções com as quais os agricultores possam melhorar a protecção do solo e a produtividade dos cultivos.

“A aliança resultou no líder mundial em mobilidade OTR (operações fora de estrada), com uma ampla gama de produtos complementares”, adianta a mesma nota, referindo que os sistemas de conversão para lagartas da CAMSO, assim como os específicos para tractores, aumentam a mobilidade e a flutuação da maquinaria, para uma melhor deslocação sobre campos com solos macios.

Na Agraria 2023 será mostrado um dos mais recentes últimos sistemas, a solução CTS High Speed, uma conversão que permite a instalação de lagartas em máquinas ceifeiras. Com estes sistemas consegue-se minimizar o dano do solo, poupar combustível, maximizar a eficiência e aumentar a qualidade do trabalho.

Fabrica de Valladolid celebra 50º aniversário

O stand da Michelin na Agraria também terá como especial protagonista a fábrica da Michelin de Valladolid, que celebra este ano o seu 50º aniversario, avançando na sua rota rumo ao futuro para consolidar-se como a referência e como a fábrica líder em processos de digitalização no seio do Grupo.

A mais recente das quatro unidades fabris da Michelin em Espanha fabricou o seu primeiro pneu para automóveis de turismo a 2 de Outubro de 1973, e, actualmente, conta com uma superfície de mais de 630 000 metros quadrados, e uma fábrica com mais de 1.600 trabalhadores.

Com uma capacidade de produção de pneus que alcança as 90.000 toneladas por ano, além de pneus para automóveis de turismo, na fábrica de Valladolid são fabricados mais de 100.000 pneus anualmente relacionados com a actividade da agricultura, das quais mais de 40% destinam-se a tractores de alta potência, 30% são para ceifeiras, 15% para grandes reboques, e 4% para maquinaria agroindustrial.

De igual modo é realizado o processo de renovação dos pneus de camião e autocarro, e a actividade de mistura de produtos, para abastecer tanto a própria fábrica, como outras unidades fabris do grupo Michelin.

Saiba tudo sobre a Agraria 2023 aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Cotações – Suínos – Informação Semanal – 23 a 29 Janeiro 2023

Partilhar              Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas Na semana em análise as cotações …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.