Início / Agricultura / GT Estenfiliose na pêra Rocha: aumento do índice de maturação nos pomares monitorizados pelo INIAV

GT Estenfiliose na pêra Rocha: aumento do índice de maturação nos pomares monitorizados pelo INIAV

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, como coordenador do Grupo de Trabalho (GT) Estenfiliose  em pêra Rocha, informa que durante o período em que o número de esporos nos pomares é ainda pouco significativo, iniciou a determinação do índice de maturação das pseudotecas presentes nas folhas que estão por baixo das árvores marcadas dos pomares monitorizados.

Pseudotecas

Explica a 1.ª Informação do GT Estenfiliose, de 15 de Fevereiro de 2019, que as pseudotecas são estruturas onde os ascósporos se formam durante o Inverno.

Estas formam-se nas folhas, nos frutos caídos das árvores e nos órgãos mortos das infestantes. Com o aumento da temperatura, as pseudotecas libertam os ascósporos que se encontram dentro de um asco (plural asci) e dão origem ao inóculo primário. Cada asco contém 8 ascósporos.

Índice de maturação

O índice de maturação (IM) corresponde à média ponderada dos índices de maturação de cada uma das pseudotecas observadas em cada amostra, seguindo a metodologia de Prados-Ligero et al., (1998) European Journal  f Plant Pathology 104: 861–870.

Este foi determinado a partir de 8 estádios de maturação das pseudotecas, que são:

  • 1) Primórdios de pseudotecas;
  • 2) Pseudoparáfises enchendo o lúmen das pseudotecas;
  • 3) Início da diferenciação dos asci;
  • 4) Asci com ascósporos indiferenciados;
  • 5) Asci com ascósporos em formação e asci com ascósporos maduros;
  • 6) Pseudotecas com todos os ascósporos maduros nos asci;
  • 7) Pseudotecas com alguns asci vazios (libertação de ascósporos);
  • 8) Pseudotecas sem asci ou vazias.

Aumento em todos os pomares

De 21 de Janeiro a 11 de Fevereiro, houve um aumento do índice de maturação em todos os pomares monitorizados, pelo INIAV sendo este aumento mais acentuado no pomar da Maiorga, seguido pelos pomares de Alcobaça, Picanceira e Sobrena respectivamente.

“Perante estes dados destaca-se a importância de retirar/destruir as folhas que se encontram debaixo das árvores antes que ocorra a maturação dos ascósporos, para que o inóculo primário seja mínimo”, realçam os técnicos daquele Grupo de Trabalho.

Pode consultar a informação completa aqui.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Estudo do Novo Banco: produtos agroalimentares “certificados são fundamentais para aumento do valor da produção no mercado”

Partilhar              O Novo Banco marcou presença na Feira Nacional de Agricultura/Feira do Ribatejo, em Santarém, entre 9 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.