Início / Featured / Galeria da Biodiversidade inaugurada no Porto com soluções da Gema Digital

Galeria da Biodiversidade inaugurada no Porto com soluções da Gema Digital

A Gema Digital é a empresa responsável pelo desenvolvimento das soluções tecnológicas implementadas na Galeria da Biodiversidade, que inaugurou na passada sexta-feira, na Casa Andersen do Jardim Botânico, no Porto, com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

O projecto, que nasce da colaboração entre Nuno Ferrand, biólogo e coordenador do projecto, Luís Mendonça, professor das Belas-Artes, e Jorge Wagensberg, um dos mais conhecidos museólogos mundiais da Universidade de Barcelona, junta as ciências e artes para retratar a diversidade da vida no primeiro Centro Ciência Viva dedicado especificamente à biodiversidade.

As instalações desenvolvidas, organizadas em 12 temas principais através dos quais se aborda a diversidade biológica que hoje conhecemos contaram com a tecnologia da Gema Digital, num conjunto de soluções com software interactivas, reconhecimento facial e projecção 360, que “promovem uma maior interacção e imersividade pelo fascinante mundo da natureza e da sua diversidade”, refere fonte da Gema Digital.

Simular a cara

O maior desafio da Galeria foi um software que a empresa desenvolveu para a transformação automática da raça humana, onde é possível simular em poucos segundos como seria a cara de um europeu, por exemplo, se tivesse nascido na Ásia ou em África. Para o desenvolvimento desta tecnologia, a Gema recorreu ao reconhecimento de 68 pontos da face humana para alterar os principais traços que definem a pessoa para traços asiáticos ou africanos.

Na “viagem” pela Galeria da Biodiversidade destaca-se também a instalação que permite tirar uma fotografia através da célebre técnica utilizada por Andy Warhol. No desenvolvimento desta solução, a Gema Digital utilizou um software de reconhecimento facial que capta automaticamente uma fotografia e transforma o rosto do visitante num quatro de Pop Art, característico do artista norte-americano. O objectivo é representar a diversidade genética da espécie em que, tal como os 3 mil caracóis presentes num painel da exposição, também as pessoas são únicas e irrepetíveis.

“A Galeria da Biodiversidade foi um dos maiores e mais gratificantes desafios de museologia que a Gema enfrentou nestes últimos 11 anos. Para este projecto, contámos com uma equipa dos nossos 15 especialistas nas mais diversas áreas, que se dedicaram a desenvolver as soluções que tinham como objectivo principal provocar o senso comum, despertar a curiosidade para o tema da biodiversidade e, acima de tudo, cumprir com a expectativa do nosso cliente, de elevar esta Galeria a um dos melhores museus do Mundo”, explica Mafalda Ricca, directora comercial executiva da Gema Digital.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Suinicultores preocupados e perplexos face ao ‘desaparecimento” da Secretaria de Estado da Agricultura

Partilhar              A direcção da FPAS — Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores expressa a sua “preocupação …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.