Início / Agricultura / Federação Agrícola dos Açores: produção de leite nacional cada vez mais ameaçada

Federação Agrícola dos Açores: produção de leite nacional cada vez mais ameaçada

A Federação Agrícola dos Açores garante que “a produção de leite nacional cada vez mais ameaçada”. Num período em que a maioria dos custos dos factores de produção continuam elevados e em que a inflação permanece a níveis superiores ao desejado, a Federação “lamenta profundamente a atitude da Lactogal em diminuir a partir de 1 de Julho, o preço de leite à produção em 3 cêntimos no continente e pela Pronicol, em 2 cêntimos nas ilhas Terceira e Graciosa, que perfazem uma descida, em ambas as situações de 8 cêntimos por litro”.

Para a direcção da Federação, “a produção de leite nacional continua a ser fortemente abalada por estas decisões prepotentes e unilaterais da indústria, que continua a contribuir para a diminuição de produtores de leite, principalmente, no continente. A evolução das sociedades não pode ser feita à custa da contínua delapidação de um sector agrícola, nomeadamente, o do leite, que já foi fundamental na coesão sócio económica em muitas regiões do continente português”.

Em nota de imprensa a Federação regista que “o Pingo Doce não anunciou ainda qualquer baixa de produção de leite à produção, o que significa que existem condições económicas no sector industrial capazes de suster esta baixa. Infelizmente, esta postura séria e responsável não é extensível à restante indústria”.

E realça que. no caso regional, “a baixa de preço leite tem resultado numa diminuição da produção de leite e que tenderá a agravar-se face à constante degradação do preço de leite que se vem registando na região”.

A Federação Agrícola dos Açores “acredita convictamente na fileira do leite, mas as estratégias adoptadas pela indústria constituem uma constante ameaça ao seu futuro”.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Confederação das micro e pequenas empresas: redução do IRC visa “essencialmente as grandes empresas”

Partilhar              A CPPME — Confederação Portuguesa de Micro, Pequenas e Médias Empresas considera que “a redução …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.