Início / Agricultura / Clube de Produtores Florestais Navigator reúne 200 parceiros sobre capacitação dos agentes e valorização da floresta

Clube de Produtores Florestais Navigator reúne 200 parceiros sobre capacitação dos agentes e valorização da floresta

O Clube de Produtores Florestais Navigator já está de portas abertas. O lançamento oficial daquela que representa “uma das iniciativas mais inovadoras dirigidas aos produtores florestais em Portugal” decorreu, no dia 21 de Novembro, num evento que juntou mais de 200 parceiros, numa sessão realizada à margem da feira agrícola Nova Agrovouga, em Aveiro, dedicada ao tema “A União faz a Floresta”.

Na génese da criação do Clube de Produtores Florestais, que será implementado ao longo dos próximos meses, está o reconhecimento por parte da Navigator do “papel preponderante que a comunidade de Produtores Florestais tem para o sector e a necessidade de trabalhar a capacitação e o desenvolvimento dos vários agentes”, refere uma nota de imprensa da empresa.

Com efeito, a capacitação de agentes foi um dos temas em destaque no painel de debate que decorreu no âmbito do evento de lançamento, juntando representantes do Plano Estratégico da Política Agrícola Comum, Caixa de Crédito Agrícola Mútuo, Escola Superior Agrária de Ponte de Lima, Grupo de Trabalho para a Propriedade Rústica e The Navigator Company.

A Navigator acredita que o projecto dá resposta à assinatura do clube “A União faz a Floresta”, contribuindo para “fortalecer o sector florestal e incrementar o seu valor. Este é um objectivo só possível de alcançar actuando em escala e de forma colaborativa, mas também trabalhando na capacitação e desenvolvimento dos vários agentes, seja através da inovação dos meios mecânicos ou da atracção, valorização e retenção de recursos humanos”.

Maximizar a produtividade

O Clube Produtores Florestais Navigator (disponível aqui) é uma “solução diferenciadora, com benefícios exclusivos, que visa maximizar a produtividade e a produção nacional de madeira através da proliferação de práticas de gestão sustentáveis e activas na floresta”, acrescenta a mesma nota.

O Clube de Produtores Florestais dará acesso a programas de co-investimento entre os produtores e a Navigator, funcionando como a porta de entrada para todo o universo da empresa. O projecto proporciona aos seus parceiros o acesso a uma caixa de ferramentas que contribui para maximizar o potencial dos seus negócios. Este é um clube suportado em tecnologia e que pretende estimular a transformação digital e a modernização das cadeias de valor da floresta, distinguindo e valorizando os agentes do sector, realça a Navigator.

E reforça que através do Clube Produtores Florestais Navigator, os associados terão acesso a uma solução diferenciadora e a benefícios exclusivos:

  • Programas de co-investimento para dinamizar a floresta;
  • Fontes de conhecimento sobre as práticas florestais, alavancando o RAIZ, um Centro de investigação e desenvolvimento singular no Mundo;
  • Custos de produção sustentáveis para todos os intervenientes;
  • Apoio à modernização e qualificação dos recursos humanos;
  • Benefícios exclusivos que recompensem o compromisso dos seus membros com a Navigator.

“Esta iniciativa inovadora, com a qual a companhia reforça o seu papel na defesa do mundo rural e dos agentes da fileira, contribuirá, em simultâneo, para a diminuição do risco de incêndio: as zonas de eucaliptal gerido apresentam uma incidência de área ardida 4,0 vezes inferior a zonas de matos e inculto e que da média do total da área ardida entre 2000-2022, 45% foi relativa a matos e pastagens, 21% a pinhal e 18% a eucaliptal (dos quais cerca de 2% respeitante a áreas geridas e quase 16% referentes a áreas não geridas) – e das emissões associadas, bem como para maior captura de carbono, mais serviços de ecossistema gerados e maior distribuição de riqueza por todo o País”, frisa a Navigator.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Chega recomenda ao Governo reversão da extinção das Direcções Regionais de Agricultura

Partilhar              O Grupo Parlamentar do Chega (CH) recomenda ao governo que “reverta a decisão de extinção …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.