Início / Agricultura / Caja Rural del Sur quer 800 milhões de euros de volume de negócios em Portugal

Caja Rural del Sur quer 800 milhões de euros de volume de negócios em Portugal

A Caja Rural del Sur pretende alcançar um volume de negócios superior a 800 milhões de euros nos próximos três anos em Portugal. O anúncio deste objectivo foi feito hoje, 23 de Fevereiro, durante as primeiras jornadas Luso Espanholas da instituição que reuniram em Faro mais de 80 directores de ambos os lados da fronteira da sua rede de agências e serviços centrais.

Os directores da Caja Rural del Sur apresentaram à equipa de profissionais de ambos os países a evolução da actividade em Portugal, assim como os seus objectivos de desenvolvimento futuro.

Durante o encontro Luso Espanhol também se realizaram diferentes mesas de trabalho sobre aspectos técnicos e comerciais, sobre as vantagens para os clientes do modelo cooperativo, a incorporação de novos produtos e serviços, bem como o plano de melhorias tecnológicas, entre outros temas.

A aposta da Caja Rural del Sur em Portugal tem-se traduzido, ao longo destes anos, num crescimento significativo, com a abertura de dois escritórios, um em Faro, a partir do qual presta serviço às regiões do Algarve e do Alentejo, e outro em Lisboa, onde sedeou os seus serviços centrais no nosso País.

Actualmente, a Caja Rural del Sur é a primeira Caja Rural espanhola a implementar um projecto de internalização cujo desenvolvimento permite prestar serviço, operacionalização e valor acrescentado aos clientes do Grupo tanto em Portugal como em Espanha, realça uma nota de imprensa d instituição bancária espanhola.

Em particular, a Caja Rural del Sur pretende ser “um actor importante nesta criação de negócio e relações comerciais das empresas andaluzas com presença em Portugal e vice-versa, sendo a Andaluzia uma região com grandes sinergias empresariais com o país vizinho”.

“De facto, Espanha é actualmente o principal investidor em Portugal, com uma quota de cerca de 20%; da mesma forma, o mercado espanhol é o primeiro destinatário das exportações de Portugal, com um peso superior a 26% do total”, refere a mesma nota, acrescentando que “com esta trajectória, a Caja Rural del Sur tem ampliado a sua área de influência a todo o território português, apostando na cooperação entre regiões como forma de combater a periferia em relação à Europa e aos grandes centros de decisão”.

As jornadas decorreram nos dias 22 e 23 de Fevereiro e contaram com a presença do director geral, Guillermo Téllez, do subdirector geral e director comercial, José María Vera, e dos directores de Unidade de Negócio e membros da equipa comercial e dos escritórios dos dois países.

Trata-se do primeiro encontro de trabalho deste tipo que a Caja Rural del Sur realiza com os seus colaboradores de Portugal, onde desenvolve a sua actividade financeira desde 2020, cujo principal objectivo era discutir o plano estratégico do Grupo para Portugal, após ter obtido a autorização administrativa do Banco de Portugal, em 2022, para desenvolver a sua actividade em território luso com ficha bancária portuguesa.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Chega recomenda ao Governo reversão da extinção das Direcções Regionais de Agricultura

Partilhar              O Grupo Parlamentar do Chega (CH) recomenda ao governo que “reverta a decisão de extinção …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.