Início / Agricultura / Amêndoas Vitóriapolis: bioestimulação da Syngenta leva o amendoal para “um patamar de alta produtividade”

Amêndoas Vitóriapolis: bioestimulação da Syngenta leva o amendoal para “um patamar de alta produtividade”

A Amêndoas Vitóriapolis abriu as portas da Herdade da Coelheira, em Santa Vitória, Beja, no dia 22 de Junho, para apresentar os resultados do Projecto Embaixador no seu amendoal de 300 hectares. Este projecto da Syngenta Biologicals visa demonstrar a importância da bioestimulação no acréscimo de produção das culturas agrícolas.

O plano de bioestimulação foi desenhado à medida das necessidades do amendoal e teve por base 5 produtos Valagro – Vitasève; MC Set; Megafol; MC Extra e Brexil ZN- aplicados ao longo de todo o ciclo da cultura, na totalidade da área de amendoal.

Dois produtos destacam-se pelo seu contributo para o vigor, a sanidade e a produtividade do amendoal: Vitasève, melhora a actividade do cambio vascular e promove o transporte óptimo da seiva dentro da planta e a lenhificação das amendoeiras; e MC Extra, à base da alga A. nodosum e com capacidade de regulação hormonal (relação auxinas/citoquininas) e de dirigir os fotoassimilados para o fruto, contribuindo para o aumento do calibre, explica uma nota de imprensa da Syngenta.

Optimizar o uso dos fertilizantes

“Queremos que a planta, através do nosso plano nutricional, percorra o seu ciclo vegetativo ultrapassando os stresses biótico e abiótico sem nunca perder o seu potencial de produção e, além disso, visamos optimizar o uso dos fertilizantes. Trabalhamos calibres e enchimento dos frutos para optimizar produções e, ao mesmo tempo garantir diferenciação floral para o ano seguinte”, explicou João Lopes Bilro, Sales Representative Bio Atlantic – Portugal na Syngenta.

Pedro Janeiro, director-geral da Amêndoas Vitóriapolis, utiliza produtos Valagro desde a plantação do amendoal, em 2018, e descreve a bioestimulação como uma ferramenta que “potencia todo o bom trabalho que já fazemos, a bioestimulação leva o pomar para a milha extra, para um patamar de alta produtividade, é um booster, e também promove uma boa saúde das plantas, atenua os efeitos das doenças e prepara a planta para lidar melhor com episódios de stress tais como ataques de pragas, ondas de calor ou geadas”.

“O Vitasève tornou-se obrigatório, desde a primeira aplicação, no nosso plano de tratamentos, usamo-lo no início da Primavera, quando as amendoeiras já têm toda a folhagem desenvolvida, e as árvores ficam com um aspecto extraordinário, uma cor muito saudável, que vai influenciar o nível de fotossíntese”, explica o responsável da Amêndoas Vitóriapolis.

Com cinco anos de idade, o amendoal da Herdade da Coelheira deverá atingir já este ano uma produtividade média de 2.400 kg miolo de amêndoa/hectare. É composto por cinco cultivares de amêndoa auto-férteis de casca dura e floração tardia – Lauranne, Soleta, Marta, Marinada e Vairo – e tem um compasso de plantação de 6mX4m. O sistema de rega gota-a-gota é de linha dupla e a dotação de rega de 7.500 a 8.000 m3/hectare/ano.

A Valagro tem 40 anos de experiência como empresa pioneira em inovação na área dos bioestimulantes e, desde o ano 2020, integra o Grupo Syngenta, na unidade de negócio Syngenta Biologicals. Esta aquisição faz parte da estratégia da companhia para ajudar os agricultores a praticar uma Agricultura Regenerativa, mantendo a rentabilidade das suas explorações.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Município do Seixal no TOP 3 da recolha de óleos alimentares usados de origem doméstica

Partilhar              O concelho do Seixal é um dos três concelhos do País, juntamente com os municípios …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.