Início / Empresas / Associativismo / ACIPS assinala 30º aniversário de desenvolvimento de projectos estruturantes para Ponte de Sôr
Domingos Marques

ACIPS assinala 30º aniversário de desenvolvimento de projectos estruturantes para Ponte de Sôr

A ACIPS – Associação Comercial e Industrial de Ponte de Sor completou, dia 1 de Março, 30 anos de serviço em defesa e dinamização do tecido empresarial do território de Ponte de Sôr e do Alto Alentejo. Para assinalar este marco, a associação promoveu uma sessão intitulada “30 Anos ACIPS: um olhar para o passado, presente e futuro”, onde destacou os grandes projectos e figuras que marcaram a sua história, e deu início ao ciclo de iniciativas que vão marcar este ano de aniversário.

A sessão contou com intervenções do presidente da direcção da ACIPS, Domingos Marques, do presidente do conselho fiscal, João Silva, e do presidente da Câmara Municipal de Ponte de Sôr, Hugo Pereira Hilário, perante uma sala repleta de associados e representantes de instituições locais e nacionais, com destaque para a directora de serviços da DGAE — Direcção-Geral das Actividades Económicas, Ana Saraiva, o vice-presidente da CCP – Confederação do Comércio e Serviços de Portugal, Vasco Melo, e o vogal executivo da CCDR Alentejo, Tiago Teotónio, revela uma nota de imprensa da Associação.

O presidente da direcção da ACIPS, Domingos Marques, recordou a história da associação, renovou o compromisso para com a proximidade entre os agentes económicos locais, princípio basilar da sua fundação, e salientou que “hoje com novos serviços, tecnologias e negócios, continuamos a acreditar que o sucesso está na união. É por isso que trabalhamos todos os dias e foi por isso que nos tornámos numa das maiores associações empresariais do Alentejo”.

 

Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal de Ponte de Sôr, Hugo Pereira Hilário, sublinhou o trabalho desenvolvido pela Associação, classificando-a como “um parceiro de excelência, com uma evolução única e que nos deve orgulhar a todos. É também um exemplo de que em terras do interior, com os constrangimentos e vicissitudes que todos conhecemos, podemos ter a coragem de sonhar mais alto”. Agradeceu o empenho da ACIPS e de todos os empresários da região pelo seu foco e resiliência que permitiram tornar Ponte de Sor numa referência em diversos sectores, desde o agroalimentar, turismo e indústria, com um impacto directo nas comunidades locais, desde logo na redução do desemprego.

Mais de 1.300 sócios

Com mais de 1.300 sócios e uma abrangência territorial muito para além do Alto Alentejo, a ACIPS centra grande parte da sua actividade no apoio aos associados nas áreas de consultoria estratégica e de acesso a financiamentos, bem como, na representação dos seus interesses junto dos mercados e instituições públicas.

A transição digital é uma das suas principais preocupações e a ACIPS integra os consórcios do Alentejo e do Algarve do programa Aceleradoras Digitais. Este programa é financiado pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) em 55 milhões de euros, distribuídos pelos sete consórcios que o constituem, correspondentes às sete regiões do País, e abrangendo um total de 33 mil PMEs para desenvolver novos modelos de negócio e apoiar a adopção de tecnologias.

Desta forma, é a aceleradora digital do Alto Alentejo e está a efectuar o diagnóstico das necessidades das cerca de 300 PME sediadas na região. Seguem-se as fases de desenvolvimento de planos de transição digital individuais e de apoio à aquisição de serviços e incentivos específicos no âmbito do Catálogo de Serviços de Transição Digital. Os apoios variam entre os 500 a 1.500 euros por empresa.

Projecto Bairro@Ponte

Em parceria com o Município de Ponte de Sôr, a ACIPS está a desenvolver o projecto Bairro@Ponte, no âmbito da linha de financiamento “Bairros Comerciais Digitais”. Este é um projecto assente no estreitamento das relações de proximidade entre comerciantes, consumidores e o espaço público através das ferramentas digitais. O projecto Bairro@Ponte foi um dos dez projectos aprovados no Alentejo, representando um investimento de cerca de 566 mil euros do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

O incentivo ao empreendedorismo, a capacitação de profissionais e a internacionalização do território são aspectos centrais à actividade diária da associação. Neste âmbito, a sua actividade está também ligada à dinamização de iniciativas do programa transfronteiriço EURES e à organização da maior cimeira aeronáutica da Península Ibérica, o Portugal Air Summit, que promove, desde 2018, em parceria com o Município de Ponte de sor, com quem trabalha diariamente na dinamização do cluster aeronáutico, um dos principais atractivos do território.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Câmara de Santarém atribui Medalha de Ouro ao CNEMA

Partilhar              A Câmara de Santarém condecorou hoje, 14 de Junho, o CNEMA — Centro Nacional de …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.